Homem é preso duas vezes pelo mesmo crime em menos de 24 horas

0

BARRA MANSA

No início da tarde de sexta-feira, dia 14, na altura do km 287 da Rodovia Presidente Dutra (BR-116), no posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF), no distrito Floriano, equipe da 7ª DEL PRF, durante fiscalização de rotina abordou um veículo Renault/Sandero, com placas do município de Florianópolis (SC) conduzido por um homem de 38 anos.

Após abordagem, os policiais iniciaram revista no interior do veículo e encontraram duas gaiolas e, dentro de cada uma delas, os agentes identificaram o pássaro conhecido como trinca-ferro, com anilhas.

No ato o homem apresentou uma relação de passeriformes de seu criadouro, No entanto, na referida relação, não constavam os animais transportados no veículo e com data de validade vencida.

Os agentes constataram que também o homem não possuía a Guia de Transporte Animal (GTA), desta forma estando irregular, cometendo crime ambiental por transportar animais da fauna silvestre sem a devida documentação legal.

O indivíduo foi detido pelo crime, alegando que havia ido até Angra dos Reis visitar um amigo e que receberia R$ 1 mil para transportar as aves do Rio de Janeiro para Santa Catarina.

Diante dos fatos, por se tratar de crime de menor potencial ofensivo, foi lavrado Termo Circunstanciado de Ocorrência da PRF (TCO), tendo o homem assinado se comprometendo a comparecer ao Juizado Especial Criminal (JECrim) quando for intimado, sendo liberado para responder o processo em liberdade.

As duas aves foram apreendidas e encaminhadas para Agência de Meio Ambiente de Resende (Amar) para destinação p/ local apropriado.

Autuado duas vezes em menos de 24 horas

De acordo com os agentes, esse mesmo indivíduo foi detido na noite de quinta-feira, dia 13, no km 318 da Via Dutra, em Itatiaia, transportando de Santa Catarina para o Rio de Janeiro, quatro aves silvestres. Na ocasião, também foi lavrado o TCO e as aves apreendidas.

Ainda de acordo com os policiais, esse mesmo homem foi flagrado por agentes da PRF, em 2020, cometendo o mesmo crime na cidade de Juquiá (SP).

error: Conteúdo protegido !