Gum destaca foco da equipe Tricolor na retomada da competição

0

O Fluminense retorna ao Campeonato Brasileiro nesta quinta-feira, com um clássico carioca pela frente. O Tricolor das Laranjeiras, que encara o Vasco da Gama, em São Januário, às 20 horas, trabalhou duro durante a pausa da Copa do Mundo para reverter os resultados ruins da competição antes da pausa.

Para o zagueiro Gum, é importante manter o foco no trabalho realizado durante esse período sem jogos e buscar, levar para dentro de campo tudo que foi realizado durante os treinamentos. “Estamos otimistas com o retorno do Campeonato Brasileiro. Os trabalhos realizados com o Marcelo Oliveira foram bastante produtivos. Naturalmente, estamos trabalhando com uma nova forma de jogar, buscando nos entrosar para fazer uma boa atuação diante do Vasco. Estamos focados para superar as dificuldades naturais de um clássico, queremos muito vencer”, comentou o zagueiro aproveitando reforçar que os atletas vão tentar de tudo para que o Fluminense retorne da melhor maneira possível, voltando a vencer para subir na tabela de classificação.

Gum também avaliou a nova formação tática do time com a chegada do técnico Marcelo Oliveira. “A mudança de esquema não é só nos zagueiros, é no time todo. Quando você ataca, tem que prestar atenção por ter um zagueiro a menos. Precisamos ter a sabedoria de atacar, mas se defender bem. O sistema defensivo inteiro precisa estar bem posicionado. A Copa do Mundo nos mostrou isso”, alertou o zagueiro, analisando ainda os reforços da equipe Tricolor. “Futebol tem mudanças o tempo todo. É natural. Não é só o Fluminense que teve perdas e chegadas de jogadores. Vamos receber bem quem chegou, quem está aqui, para nos entrosar o mais rápido possível e, dentro de campo, botar em prática os resultados”, destacou o zagueiro lembrando da importância da torcida apoiando a equipe em campo. “Quem tem que passar confiança ao torcedor somos nós. Não adianta confiar se a gente não corresponder em campo. Caímos de produção nos últimos jogos, tivemos erros, mais que acertos. Precisamos demonstrar ao torcedor que eles podem confiar, essa é a resposta que precisamos dar ao nosso torcedor”, finalizou o zagueiro.

O Fluminense ocupa a 12ª posição na tabela de classificação geral do Campeonato Brasileiro com 14 pontos.

Preparação vascaína para o clássico

Menos de 24 horas após superar o Bahia e sair de campo ovacionado por sua apaixonada torcida, que marcou presença em grande número no Estádio de São Januário, mesmo com a desclassificação da Copa do Brasil, o Vasco da Gama retornou aos trabalhos visando o confronto contra o Fluminense na noite desta quinta-feira.

 

Lateral-esquerdo Henrique prega respeito ao Fluminense – Foto: Rafael Ribeiro

 

Como de costume, os atletas que atuaram mais de 45 minutos diante do Tricolor Baiano realizaram apenas um trabalhado regenerativo na academia do CT das Vargens. Os demais jogadores, incluindo o meia Thiago Galhardo, utilizado na reta final do confronto, foram ao gramado e suaram a camisa em atividades físicas e táticas.

Em entrevista coletiva em são Januário, o lateral Henrique elogiou a postura da equipe vascaína no primeiro jogo após o recesso. “Fizemos um bom trabalho ontem (segunda-feira), mas sairíamos mais satisfeitos se tivéssemos conquistado a classificação. Apesar disso, tivemos o reconhecimento da arquibancada e isso foi importante demais para o nosso grupo. O que nos deixou mais felizes foi o fato de termos conseguido jogar junto da torcida. Que assim seja daqui para frente. Quando São Januário vira um Caldeirão, a gente fica mais forte ainda”, reforçou o lateral.

Ele lembrou que p ‘rival’ vascaíno na próxima rodada do Brasileirão, Fluminense passou por transformações no último mês e terá uma estrutura completamente diferente na partida em São Januário. As modificações pelo qual o ‘rival’ atravessou, entretanto, não farão com que o Gigante da Colina entre em campo se sentindo favorito. No entanto, a prata da casa Henrique, pregou respeito ao Tricolor das Laranjeiras. “O Fluminense é uma equipe qualificada e bastante jovem também. Precisamos ter cuidado com a equipe deles. É verdade que eles passaram por algumas mudanças, como a troca de treinador e a saída de alguns jogadores, mas se trata de um clássico e temos que entrar completamente concentrados. Só dessa forma conseguiremos realizar um bom trabalho dentro de campo e impor o nosso ritmo de jogo e buscar a vitória”, declarou o lateral-esquerdo.