Guarda Civil Ambiental atua na prevenção do Meio Ambiente de Porto Real

0

PORTO REAL

O secretário de Ordem Pública do município, Elias Vargas, disse que a Guarda Civil Ambiental, atua na prevenção, orientação e fiscalização do patrimônio do meio ambiente, coibindo ações contrárias à legislação, como a caça e a pesca predatória, os maus tratos contra animais, queimadas, o corte irregular de árvores e outros crimes ambientais no município. A Guarda Civil Ambiental também realiza ações em casos de invasões de residências por animais.

“Estamos em uma região da Mata Atlântica e temos como umas de nossas principais atuações as áreas verdes e de proteção ambiental do município. As irregularidades normalmente são solucionadas através de notificações e advertências. Mas, caso seja necessário, realizamos o registro do boletim de ocorrência”, explicou Elias Vargas lembrando que o setor está sob a responsabilidade da secretaria da Ordem Pública e é um grupamento ligado à Guarda Civil Municipal (GCM). “Todas as atividades estão amparada pela Lei de Crimes Ambientais (9605 de 12 de fevereiro de 1998)”, completa.

O secretário também falou sobre como acionar os serviços disponibilizados pela Guarda Civil Ambiental. “Em casos de invasão domiciliar por animais, o morador não deve fazer o manuseio do mesmo. O primeiro passo é entrar em contato com a Guarda Civil Ambiental para que seja feito o resgate e o deslocamento para local adequado. Os animais silvestres resgatados, inclusive os feridos, são encaminhados para o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), em Lorena (SP). Lá é feito o tratamento e se possível o retorno ao meio ambiente. Os animais mais encontrados nessas ocorrências são: gambás; cobras; ouriços; morcegos; corujas; urubus; maritacas e aves em geral; lagarto (teiú); cachorros e cavalos. “Não há um período específico onde ocorrem as invasões, porém em épocas de seca e queimadas (criminosas ou acidentais), alguns animais procuram o abrigo nas casas mais próximas”, disse Vargas, acrescentando que o acionamento do grupamento ambiental podem ser feito pelos telefones: (24) 3381-5133 ou (24) 3353-1245. “A base da Guarda Civil Ambiental fica na Sub-base da GCM em Bulhões, ao lado dos Correios. A equipe atual é composta pelos guardas: Jady, Tuler, Anderson e Ribeiro”, disse.

Elias ainda explicou que em caso de resgate de outros animais como os domésticos e os de produção, a Guarda Ambiental conta com o apoio da Secretaria de Saúde, através da Vigilância Sanitária.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !