Grupo prepara ato de acolhimento e encorajamento em Volta Redonda para os estudantes no dia da prova do Enem

0

VOLTA REDONDA

Pelo segundo ano consecutivo, os integrantes do Grupo ‘Coletivo de Mulheres Estrela D’alva’ estarão recebendo os estudantes que irão, neste domingo, 3, participar da primeira etapa do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em Volta Redonda. O local escolhido foi a Universidade Federal Fluminense (UFF), campus Aterrado. Trata-se de acordo com o grupo, de uma ação de acolhimento e encorajamento com distribuição de carinho, abraços e doces entre os estudantes.

A co-fundadora do grupo e idealizadora da ação, Márcia Meireles, contou ao A VOZ DA CIDADE que os participantes estarão na porta da universidade a parir das 11h30min para receber os estudantes. Disse ainda que esse um acolhimento tem objetivo de tranquilizar esses jovens, pois muitos chegam aos locais da prova ansiosos, nervosos, com a emoção à flor da pele e inseguros. “Nós estaremos lá para oferecer um docinho, uma guloseima, uma água e principalmente um abraço de conforto e encorajamento para aliviar a tensão. Eles, com certeza irão se sentir melhores e acolhidos”, informou Márcia.

DEZ PARTICIPANTES NA AÇÃO DO ANO PASSADO

Márcia Meireles lembrou que na última ação, dez integrantes do grupo participaram e a expectativa é que esse número repita ou até mais. Segundo ela, essa ideia surgiu de uma ação positiva. “Vi na TV pessoas que iam para a porta dos locais de prova do Enem somente para debochar e ridicularizar os alunos que chegavam atrasados. Isso é de uma perversidade tamanha. Então, tivemos a ideia de transformar esse deboche em algo positivo, saudável, que elevasse a autoestima e confiança dos candidatos”, explicou Márcia.

A idealizadora da atividade lembrou ainda que no ano passado presenciou somente um estudante que não conseguiu entrar por causa do horário. “Ele foi um que perdeu porque domingo os horários de ônibus são reduzidos. Infelizmente, ele não conseguiu chegar. Estávamos lá para dizer que não era para ele desistir, que ele é capaz”, ressaltou.

INTERESSADOS PODEM PARTICIPAR DO ATO

Disse a responsável pela ação qualquer pessoa pode participar e não somente os membros do grupo. “Ainda mais agora que a educação tem sido tão atacada e negligenciada pelos nossos governantes, ajudar aos estudantes que estão em busca de estudar e produzir conhecimento, é um ato de resistência pelo afeto”, disse, ressaltando que quem quiser participar da ação pode procurar os integrantes do grupo na entrada da UFF a partir das 11h30min.

Vale lembrar que serão mais de 5 milhões de estudantes que farão o Exame Nacional do Ensino Médio. Todas as universidades federais do país usam o Enem de alguma forma, seja como processo seletivo único, seja como uma das formas de admissão. Para ingressar em instituições públicas federais, estaduais e municipais, o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que ocorre duas vezes por ano, é uma das principais formas de acesso. Na primeira edição deste ano foram ofertadas mais de 235 mil vagas distribuídas em 129 universidades públicas de todo o país. Na segunda edição, foram mais de 59 mil vagas em 76 instituições públicas de ensino.