Grebal realiza evento duplo nesta noite em Barra Mansa

0

BARRA MANSA

O Grêmio Barra-mansense de Letras (Grebal) realiza nesta noite um evento duplo: Na ocasião, será lançado o livro ‘Fragmentos de Espanha’, do escritor Francisco Evandro de Oliveira, e a inauguração da exposição ‘Criatividad’, do artista plástico Silvio Fernandes. O evento acontece na sede do Grebal, na Avenida Argemiro de Paula Coutinho, nº 44, Centro, Barra Mansa. O início é às 19h30min, com entrada franca.

De acordo com o presidente da instituição, Rozan Silva, é com muita satisfação que o Grêmio recebe tais eventos. “A exposição estava dentro do nosso planejamento e foi escolhida para dar inicio ao ano cultural. Silvio é um artista da cidade e trabalha com as duas facetas é pintor e escultor. Já Francisco Evandro é grebalista há dois anos e é a primeira vez que lança um livro seu na instituição. É um escritor brasileiro e lança seus livros também na Europa”, destaca Rozan.

‘Fragmentos de Espanha’ é uma conscientização filosófica. Especula sobre o êxodo nordestino, dando-lhe, pela primeira vez, a voz escrita. Seu texto pode ser um marco, se entendido como expressão real da linguagem do seu povo. Inovadora, também, é a releitura que faz do Nordeste. É ‘uma viagem ao contrário’, uma vez que é a fala de um nordestino no Rio de Janeiro e em Três Corações. É o homem que, para conhecer seu lugar, deve ter estado em outro. O livro está elaborado em quatro vertentes do tempo com sua pilastra inicial descrevendo fatos reais e histórico do autor em seu passado de criança, seus momentos no Rio de Janeiro e sua ida a Brasília, há um salto no tempo e os personagens se encontram em uma Espanha de outrora com rápidas passagens por Portugal e Itália. Há outro hiato temporal e novamente eles se reencontram na guerra civil espanhola com desfecho inusitado na II guerra mundial. Outro fabuloso salto e há um desfecho emocionante na atualidade. Assim está alicerçado os Fragmentos de Espanha, o qual é sem sombra de dúvida uma bela obra.

Todas as obras de ‘Criatividad’ são criadas sem nenhuma referência de forma exterior. Os quadros coloridos com composição abstrata, cujo autor tendo à frente apenas uma tela em branco e, de acordo com sua emoção e inspiração naquele momento, começa a colorir, a princípio de forma aleatória e, logo a seguir, sente que o quadro necessita de equilíbrio. É nesse momento que aflora a verdadeira criatividade pelas cores, agora em harmonia. O autor se preocupa com o futuro espectador da obra, sendo sua finalidade precípua sempre criar com objetivos não comerciais, mas de realização como artista plástico.

 

Os artistas

Francisco Evandro de Oliveira

Pseudônimo Farick é Oficial da Reserva do Exército, Professor de Matemática e Física com Pós – graduação em Instrumentação para o ensino da Matemática, Pós-Graduação em Psicopedagogia, Especializado em Planejamento Educacional e Especializado em Medidas de Aceleração de Aprendizado. É escritor e poeta com 20 livros publicados e 35 livros escritos para serem publicados. Pertence a várias academias nacionais e a três academias internacionais.

Vencedor de diversos certames literário nacionais e internacionais e foi agraciado com diversas comendas nacionais e internacionais. Recebeu em 17 de dezembro de 2017 da Organização Mundial dos Defensores dos Direitos Humanos, A medalha e Diploma Ruy Barbosa. Na mesma data recebeu O certificado de moção por excelência de seu trabalho. Recebeu em 23 de Outubro de 2017, o prêmio Machado De Assis, pela excelência de sua obra. Recebeu em 24 de setembro de 2017, a Comenda Pablo Neruda – em Santiago do Chile. Recebeu em seis de dezembro de 2016 o diploma do concurso Grebal, por ter obtido a 8ª colocação no concurso de prosa e poesia daquela cidade.

Publicou em 21 de dezembro de 2012 o livro ‘A Valsa dos Versos’ pela ZMF editora. Publicou em 2013 ‘Folhas ao Vento’. Publicou em Março de 2013 no salão do livro em Paris o livro L’amores Dècalé, pela Divine Editora. Dentre suas inúmeras premiações e condecorações, destacamos ainda a medalha e diploma Luiz Vaz de Camões, o qual foi ofertada pela Editora Mágico de Oz –Ilha da Madeira-Portugal, por ter sido considerado um dos melhores escritores da língua portuguesa de 2015.

Recebeu em Março de 2012 a medalha D’argeant ofertada pela Academie Du Mérite et Dévolumente de Paris–França. Recebeu em Outubro de 2007, o prêmio especial do Concursi di Poesia, Prosa e Arti Figurativi da Accademia Internazionalli II Convívio – Castiglioni di Sicília-Italia o qual foi ofertado ao seu livro O Galo de Bombaim, como melhor livro de contos estrangeiros. É membro de diversas Academias de Letras, dentre elas a de Búzios, Vitória, Fortaleza, Piracicaba, entre outras. Membro correspondente do Grebal.

Silvio Fernandes

Participou de 69 exposições, esta é a septuagésima, sendo 55 coletivas, 12 individuais e duas coletivas internacionais (EUA e Portugal). Participou em cinco edições do Salão do MAM de Resende, um salão em Piracicaba, e do Salão do MAM de Belo Horizonte, edição centenária, tendo sua obra catalogada. Dentre os prêmios recebidos destacam-se Menção Honrosa da AMAN, duas medalhas de ouro por escultura, em Volta Redonda, e troféu do 28º Batalhão de Volta Redonda. Possui diversas esculturas instaladas em locais públicos, tais como no PAC, Ponto de Ação Cultural (Lagarto, Aranha e Moite), No Belvedere em Barra do Piraí (Coruja Gigante), no Colégio Verbo Divino (Coruja pousada sobre símbolo) e Apae-BM (Flor). Criou troféus para o Sesc, foi jurado em salões de arte, realizou diversas palestras e oficinas sobre o assunto.

 

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !