Grand Central Terminal

0

Localizado no coração da cidade está o Grand Central Terminal. Não há nenhum edifício que incorpora tão vividamente a ascensão de Nova York quanto a Grand Central. Considerado o maior terminal metroviário do mundo, foi o resultado de um produto da política local, arquitetura ousada, e engenharia visionária, tornando-a cenário de vários filmes, series e desenhos que a faz o edifício mundialmente famoso.
A maior estação de trem do mundo possui plataformas de embarque no andar superior e inferior e é responsável por transportar grande parte dos trabalhadores que não moram na cidade e visitantes para a belíssima cidade de Nova York. As diversas linhas de trem têm como destino o condado de Westchester, subúrbios de Nova York, Putnam, Dutchess, Fairfield e New Haven. O local também atua como uma central de transporte geral no centro de Manhattan, oferecendo além do serviço de trem e metrô, táxis, ônibus e conexões com os aeroportos de Newark, LaGuardia e JFK. Recebe mais de 60 milhões de visitantes todos os anos.
O prédio, construído em 1903-1913 por Vanderbilt um grande magnata da história dos Estados Unidos, reflete pura elegância e é uma verdadeira obra de arte. O escritório de arquitetura, Warren & Wetmore, desenvolveu o projeto juntamente com Reed Stem. A estação se tornou um esplêndido monumento, na perfeita junção de projetos, com arcos elevados e mármore, sua fachada principal possui esculturas de Mercúrio, Hércules e Minerva, logo abaixo das esculturas um grande relógio de vidro da famosa marca Tiffany. Seu interior possui mármore no piso, o teto principal é um verdadeiro mural astronômico com mais de 2.500 estrelas, sendo 59 com iluminação de LED e grandes candelabros feitos de ouro. No teto você também encontrara na forma invertida as 12 constelações do zodíaco, com a intenção de que o zodíaco fosse visto de uma perspectiva divina, o local é uma verdadeira obra de arte. Famoso ponto de encontro, o relógio de quatro faces, é uma relíquia feita de opala avaliada em mais de 10 milhões de dólares e fica próximo ao ponto de informações.
Além da beleza arquitetônica, na galeria do Sussurro, que fica entre ‘The Main Concourse’ e o ‘Vanderbilt Hall’, você encontrara tetos abobadados de cerâmica com azulejos Guastavino, formando um perfeito arco, que se você sussurrar em um ponto, o som se propaga e pode ser perfeitamente ouvido pela pessoa do outro.
A Grand Central é mais do que uma estação de trem. É o coração de um campo urbano, um amplo complexo de lojas, torres de escritórios, hotéis e apartamentos sofisticados construídos acima das trilhas e túneis que a torna tão especial.

* Joyce Laporaisé correspondente internacional baseada em Nova York

error: Conteúdo protegido !