Governo federal reduz imposto de importação de bicicletas e comerciantes do setor projetam alta nas vendas

0

BARRA MANSA

O governo federal publicou recentemente no Diário Oficial d União (DOU), a redução de 35% para 20% o imposto de importação de bicicletas no Brasil até o final de 2021.

A tarifa de 35% está em vigor desde 2011, quando a bicicleta inteira foi inserida na LETEC com a alíquota mais alta permitida pela OMC. O retorno à alíquota base é uma resposta do governo federal a um pedido oficializado pela Aliança Bike em novembro de 2019.

A redução será progressiva ao longo do ano, seguindo o cronograma: redução de 35% para 30%, em março; de 30% para 25%, em julho; de 25% para 20%, em dezembro.

Por conta da pandemia de coronavírus, as academias fecharam e muitas pessoas se viram com necessidade de mudar a forma da prática de exercícios físicos. Por ser um esporte que pode ser praticado em grupo ou individualmente, o esporte teve uma alta em sua popularidade neste período.

Nicássio Breves é proprietário de duas lojas especializadas em vendas de bicicletas importadas. A medida tem dois lados: um certo prejuízo para os  vendedores e o aumento das vendas. “Nós já temos estoque e isso nos dá um certo prejuízo em médio a longo prazo. Mas, em contrapartida, impacta positivamente nas vendas, já que uma bicicleta que é vendida por R$ 18 mil, terá uma redução para R$ 11 mil, a queda de preços é bem significante”, cita.

Durante o período da pandemia, ele destaca que as vendas aumentaram em cerca de 300%. “São pessoas que sempre gostaram de praticar esportes, e viram na bike uma oportunidade de continuar a se exercitarem e de uma forma segura”, aponta.

Outro proprietário de loja é Anderson Menezes Silva, ele considera positiva a queda do imposto “Com isso, mais pessoas vão poder adquirir uma bike,. Tudo é muito caro,  e com a diminuição de alíquotas, vai ficar mais acessível para compra. Com isso, vendemos mais peças, mais acessórios e o mercado gira”, avalia.

Para o seu negócio, a pandemia também foi benéfica. “Estamos acompanhando cada vez mais o aumento de pessoas que se encontraram no esporte, nossas vendas aumentaram, mas não é só isso, é o ganho na qualidade de vida e saúde”, pontua.

 

 

 

 

error: Conteúdo protegido !