Funcionários do Saae de Volta Redonda paralisaram atividades na parte da manhã, mas voltam ao trabalho após conversa com diretoria

0

VOLTA REDONDA

As atividades do Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Volta Redonda (Saae-VR), como corte de água, leitura, fiscalização e ligamento foram paralisadas na manhã desta sexta-feira, dia 29. Desde cedo, os funcionários da autarquia estavam reunidos na sede do Bela Vista para cobrar da atual administração as gratificações e horas extras não pagas. A situação foi logo normalizada.

De acordo com os manifestantes, a decisão do Governo Municipal incide na redução média de 45% dos vencimentos dos servidores do Saae-VR. Durante a paralisação, os trabalhadores lembraram que a gratificação é regida por lei aprovada pela Câmara de Vereadores e não tem como contestá-la. Disseram também que lamentam a situação dos outros trabalhadores da prefeitura que estão com salários atrasados e sem décimo terceiro, mas não podem concordar com tal atitude do atual governo que acabou misturando as administrações.

COMUNICADO DO SAAE-VR

O diretor-executivo do Saae-VR, Paulo César de Souza, o PC, esteve nesta manhã com os servidores da autarquia lotados na sede do bairro Bela Vista. PC explicou que o decreto municipal cortando cargos comissionados e gratificações acabou atingindo os funcionários do Saae-VR, mas que a situação está sendo revista por conta da autarquia – fundada em 1967 – contar com uma legislação própria.

Desta forma, por força da autarquia ainda contar com regras diferenciadas das vigentes aos demais servidores, as chamadas gratificações de representação têm historicamente um peso diferenciado no salário dos funcionários do Saae-VR.

São, muitas vezes, o próprio salário do funcionário. Assim, ficou acertado que o corte será revisto e os valores restituídos no início da semana que vem. Antes disso, no entanto, os funcionários terão à disposição um demonstrativo com quanto ganharam no mês de janeiro, com o que deixaram de receber e quanto irão ganhar após o ajuste anunciado hoje.

Haverá edição de uma folha suplementar e o pagamento será realizado ainda durante a semana que vem. A expectativa é que já na terça-feira, o problema tenha sido equacionado.

O diretor-executivo também explicou que ao longo do mês de fevereiro haverá um estudo detalhado da folha de pagamento do Saae-VR para apresentação à Secretaria Municipal de Administração.

Logo após a conversa com PC, os funcionários retornaram ao trabalho. 

 

error: Conteúdo protegido !