Frente de Combate ao Câncer orienta população em Campos Elíseos

0

RESENDE

Em alusão ao Dia Mundial de Conscientização e Diagnóstico Precoce ao Câncer de Cabeça e Pescoço, a Frente Nacional de Combate ao Câncer (FNCC) realizou no sábado, 27, a campanha alertando sobre a doença e a importância do diagnóstico precoce, no Calçadão da Avenida Albino de Almeida, no bairro Campos Elíseos. O evento teve o apoio do governo municipal, como parte do ‘Julho Verde’, lançado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia de Cabeça e Pescoço.

O dia foi marcado por uma mobilização e entre outros atrativos, contou com oficina de turbante, orientações sobre o autoexame da tireóide, triagem de saúde bucal, promoção de medicina preventiva, aferição de pressão arterial e teste gratuito de glicose.  “É importante orientar a população quanto aos métodos de prevenção, os sintomas e os fatores de risco da doença, que acomete três vezes mais a população masculina. Os tumores de cabeça e pescoço estão na posição do ranking de tipo de câncer mais frequente, de acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca). A incidência vem aumentando entre os jovens e as mulheres nos últimos anos”, lembrou Tande Vieira, secretário de Saúde.

Segundo a Relações Públicas da FNCC em Resende, Priscila Pineschi, a campanha ‘Saúde começa pela boca’ visa esclarecer que o câncer de cabeça e pescoço atinge regiões como boca, língua, palato mole e duro (céu da boca), gengivas, bochechas, amígdalas, faringe, laringe (onde é formada a voz), esôfago, tireóide e seios paranasais. “Conforme o Inca, a estimativa é de que aproximadamente 23 mil casos são detectados anualmente, no Brasil. O tabaco, por exemplo, é responsável por 97% dos diagnósticos de câncer de laringe. Além do cigarro e do álcool, o uso excessivo de voz e o HPV (papilomavírus humano) são fatores de risco para a doença na laringe, tendo maior incidência entre homens de 50 e 60 anos”, informou.