Fórum de Políticas Sobre Drogas levanta necessidades de municípios

0

ESTADO/SUL FLUMINENSE

Na última segunda-feira aconteceu no Centro do Rio o 1º Fórum de Políticas Sobre Drogas – Prevenção, Cuidado e Reinserção, promovido pela Secretaria Estadual de Saúde, através da Subsecretaria de Prevenção à Dependência Química. O subsecretário, Bruno Marini, que é de Barra Mansa, contou que 43 municípios enviaram representantes, sendo que a maioria das cidades da Região Sul Fluminense esteve presente. O encontro aconteceu no auditório da Procuradoria Geral do Estado e teve como objetivo debater a aplicação de políticas públicas de combate às drogas com base em ações voltadas para a educação, prevenção ao uso de álcool e outras drogas e na reinserção e inclusão do dependente químico na sociedade.

“É necessário e urgente entender a realidade política sobre as drogas dos municípios para traçar ações estratégicas que realmente façam a diferença no cotidiano da sociedade. Ao longo dos anos, é notável o aumento do consumo de substâncias químicas, principalmente entre os jovens. Não há como mascarar essa realidade, ao contrário, é preciso implementar políticas públicas sobre as drogas”, disse Bruno Marini, completando que nesse primeiro momento foram levantadas as principais necessidades e dificuldades de cada município.

Bruno Marini contou que também na segunda-feira, o governador Wilson Witzel pediu que fosse feito um organograma mais robusto da subsecretaria para que a prevenção às drogas no estado seja tratada como uma política de estado. “Temos duas ações a serem feitas: preventiva e a combativa. Temos algumas ideias de ações como fazer palestras em colégios e criar um fundo para que possamos ajudar os centros de recuperação já existentes. O estado vai entrar como coparceiro de locais que já trabalham com recuperação de dependentes químicos. Essa participação não acontecia no governo passado”, afirmou.

O subsecretário ainda ressaltou que o uso de drogas adoece toda a família. “É muito difícil para os familiares manter o equilíbrio, fator essencial, para buscar a recuperação do usuário de drogas. A situação é agravada, pois em alguns casos abre outro precedente, já que alguns se enveredam pelo caminho do crime para sustentar o vício”, destacou Bruno, agradecendo o apoio e a confiança do governador Wilson Witzel e do Secretário de Estado da Saúde, Edmar Santos, na realização do evento.

O deputado estadual e presidente da Comissão de Prevenção às Drogas da Alerj, Danniel Librelon, abordou no evento a necessidade de combater as drogas. “Esse mal que consome a vida de pessoas de todas as idades precisa ser combatido. Existe uma série de alternativas para trabalhar com a prevenção, mas precisamos de recursos para colocar isso em prática. A prevenção é a melhor solução”, apontou. O líder do governo na Alerj, deputado Márcio Pacheco, prestigiou o Fórum e  afirmou que esse tipo de debate fortalece a causa diante do contexto da gravidade do consumo de entorpecentes. Disseram ainda que o problema abrange a área da saúde pública, de assistência social, e da atividade legal do Poder Judiciário e também da relação familiar ou sociofamiliar.

 

 

 

Deixe um Comentário