Foragido da Justiça é preso após oferecer R$50 mil a PMs para ser liberado em Porto Real

0

AGULHAS NEGRAS

Um homem, de 40 anos, foi preso por policiais do 37º Batalhão de Polícia Militar (BPM) na noite de quarta-feira, dia 30, na Via Dutra, em Porto Real. Ele estava foragido do sistema prisional do Estado do Rio de Janeiro e havia um mandado de prisão em aberto. Segundo a Polícia Militar, o foragido ofereceu a quantia de R$50 mil para não ser preso.

Os policiais faziam patrulhamento e no km 293 da Via Dutra, avistaram um CM Corsa parado em local ermo. No veículo estava o motorista e sua namorada. Durante a abordagem, nada de ilícito foi encontrado com o casal. No entanto, os policiais desconfiaram do nervosismo do motorista. Ao ser solicitado os documentos ao motorista, ele informou que não tinha e omitiu alguns dados aos militares. Em contato com a permanência do Serviço Reservado, eles conseguiram verificar no Portal de Segurança que o motorista tinha sete anotações criminais, entre elas, tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo e roubo a mão armada. Além disso, de acordo com a Polícia Militar, constava uma anotação de foragido do sistema prisional conforme mandado de prisão em aberto.

Os militares deram voz de prisão para o motorista. Neste momento, o foragido tentou subornar os policiais dizendo que pediria aos amigos de uma facção criminosa de Resende para entregar a quantia em dinheiro de R$50 mil em troca de sua liberdade.

Os policiais seguiram com o suspeito e a namorada para a 100ª Delegacia de Polícia (DP) de Porto Real. Outra equipe da Polícia Militar seguiu para a casa do suspeito localizada em um apartamento na Rua dos Eucaliptos, no Conjunto Habitacional Cidade Alegria, em Resende. Em buscas no imóvel, os policiais encontraram uma pistola calibre 40 com numeração suprimida, 29 munições, três frascos de éter, balança de precisão.

Após contato coma Polícia Civil, foi determinado que a ocorrência fosse apresentada na 89ª Delegacia de Polícia (DP) de Resende. O delegado titular, Ronaldo Aparecido de Brito autuou o homem por porte ilegal de arma de fogo e ainda cumpriu o mandado de prisão em aberto. A quantia em dinheiro de R$1.275, o carro e o celular do motorista também ficaram apreendidos.