Flumisul incentiva empreendedores a fomentar as vendas

0

BARRA MANSA

Os empreendedores Neuber Oliveira e Luciana Viana da empresa “Nossa Casa Suculentas” estão fomentando os negócios após participar do espaço Agro BM, um dos setores de incentivo ao agronegócio na programação da 20ª edição da Feira de Negócios do Sul Fluminense (Flumisul), realizada entre os dias 2 e 6 de agosto, no Parque da Cidade. Os professores empregados decidiram investir no ramo de suculentas, que são plantas nas quais a raiz, o talo ou as folhas foram engrossadas para permitir maior armazenamento de água perante uma planta normal.

O negócio tem apenas seis meses e com o lema “Plante seu jardim e decore sua alma”, Neuber conta que a ideia surgiu como hobby. “Eu e minha esposa, começamos a adquirir suculentas e tivemos a ideia de oferecê-las como lembrancinha do nosso casamento. Os convidados adoraram o presente e tivemos ideia de empreender”, afirma. Os educadores se tornaram Microempreendedores Individuais (MEI) e começaram vendendo em casa, nas feiras e no Torneio Leiteiro de Antônio Rocha. “O apoio das Secretarias de Desenvolvimento Econômico e Rural foi fundamental para que esse sonho tornasse realidade e tivéssemos esse reconhecimento. O processo para a abertura do MEI foi super tranquilo e facilitou para que começasse o negócio em pouco tempo”, conta Neuber Oliveira.

As vendas das suculentas cresceu 30% após a Flumisul – Foto: Divulgação

Durante a Flumisul o casal expôs a mercadoria e comercializaram mais de 770 suculentas. O sucesso foi tão grande que no último dia da feira, o estoque já havia esgotado. Neuber divide a rotina entre as aulas e as vendas, que aumentaram cerca de 30% em relação ao período anterior a participação na Flumisul. “Estamos recebendo bastantes encomendas e convites para expor em cidades da região, como Paraty, Volta Redonda e Barra do Piraí e no estado de São Paulo”, concluiu. A meta, agora, é ter especialização na área e participar de feiras em Holambra (SP).

FLUMISUL CUMPRE SEU OBJETIVO

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico, Tecnologia e Inovação, Agnaldo Raymundo, o impacto nas vendas do casal de microempreendedores barramansenses mostra a força econômica que a Flumisul gera na região. “Esse é o segredo de um empreendedor, unir a vontade de crescer com uma ideia inovadora. Prova disso é que a loja de suculentas do Neuber que começou despretensiosamente agora é convidada para expor fora do estado”, declarou, lembrando que a Feira de Negócios tem projeção de gerar um impacto econômico de R$ 31,35 milhões, incluindo o pós-feira.

O Agro BM reuniu expositores de vários segmentos na Flumisul – Foto: Chico de Assis-PMBM

E, José Luiz Vaneli, o Leiteiro, secretário de Desenvolvimento Rural, lembrou que além das suculentas, o Agro BM contou com microempreendedores vendendo puffs feitos a partir da reutilização de pneus, exposição de animais e de cães farejadores, agropecuária e entrega de mudas de hortaliças pela Secretaria de Meio Ambiente. “Esse empreendedorismo criativo e sustentável deve ser estimulado e apoiado sempre”, finalizou.

Deixe um Comentário

error: Conteúdo protegido !