Fiscais fazem operações para atestar o serviço de táxi em Resende

0

RESENDE

 O serviço de táxi prestado na cidade está passando por uma vistoria da equipe da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SUMTRAN). O objetivo da ação, que conta com o apoio da Guarda Municipal, visa a garantir a qualidade dos serviços prestados aos usuários.

A fiscalização consiste na verificação dos documentos do veículo como Certificado de Registro do Veículo (CRV), IPVA e Seguro DPVAT, além das condições dos carros e de funcionamento dos taxímetros.

Como resultado, nesta primeira semana de operação os fiscais retiraram de circulação dois veículos que estavam transitando irregularmente, sem os documentos necessários em mãos e/ou em dia.

Segundo o superintendente de Transporte e Trânsito, Vinícius Cibien, outro fator importante verificado durante a abordagem foi o cumprimento do Decreto 11.016, de 24 de maio de 2018, que torna obrigatório o uso de um uniforme padrão por parte dos taxistas. Os profissionais que ainda não estavam enquadrados na regra foram notificados e receberam um prazo para providenciar o uniforme.

Fiscais da Prefeitura atuaram esta semana na vistoria do serviço de táxis – Ascom Resende.

De acordo com o superintendente de Transporte e Trânsito, Vinícius Cibien, a operação terá continuidade até que toda a frota de 127 veículos seja toda fiscalizada. “Este trabalho é de suma importância para todas as partes envolvidas, os taxistas, a gestão pública e, principalmente, os clientes, que precisam contar com um serviço de qualidade. Os carros que atendem a população têm que estar com documentação em dia e licenciados, oferecendo sempre segurança para os próprios motoristas e seus passageiros”, destacou o superintendente.

VISTORIA ANUAL

 Além da ação que está sendo desenvolvida nas ruas, a SUMTRAN também está planejando para o mês de setembro a vistoria anual dos táxis que operam no município. A fiscalização, que deverá acontecer no Estádio do Trabalhador, é realizada anualmente, com objetivo de garantir a qualidade do serviço.

Durante a fiscalização, que é feita por uma equipe técnica da Superintendência, são avaliados diversos itens como a conservação dos pneus, lataria, cano de descarga e bancos dos veículos, funcionamento da buzina, luzes de freio, setas, motor de partida e limpador de para-brisa, além do estado de conservação dos espelhos retrovisores, taxímetros, janelas, portas e cintos de segurança. A validade da carga do extintor de incêndios, entre outros itens, também será verificada.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !