Firjan indica pessimismo de empresários industriais em junho

0

SUL FLUMINENSE

O Índice de Confiança do Empresário Industrial Fluminense (Icei-RJ), divulgado pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), registrou 37 pontos em junho, com alta de 4,2 pontos na comparação com o mês de maio. Apesar da melhora, explicada principalmente pelas expectativas para os próximos seis meses, os industriais seguem pessimistas.

A pesquisa varia de 0 a 100 pontos e é composta pelos indicadores de Condições atuais e Expectativas para os próximos seis meses. Os resultados acima de 50 representam melhora ou otimismo e, abaixo, piora ou pessimismo.

O indicador de Expectativas para os próximos seis meses teve crescimento de 5,6 pontos na comparação com maio e registrou 42,3 pontos. Os três itens que compõem o indicador – Condições da Economia Brasileira, Condições do Estado e Condições da Empresa – apresentaram crescimento de mais de 5 pontos.

Já o indicador de Condições atuais apresentou leve aumento (1,5 ponto) e ficou em 26,4 pontos. Os três itens – Condições da Economia Brasileira, Condições do Estado e Condições da Empresa – tiveram leve melhora. De acordo com a Firjan, o crescimento do Icei-RJ de junho retrata a expectativa de retorno ou ampliação das atividades industriais.

METODOLOGIA

As informações foram coletadas no período entre os dias 1º e 15 desse mês. O Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) é um indicador antecedente utilizado para identificar mudanças de tendência na produção industrial.

A Sondagem Industrial é um levantamento de opinião empresarial, que tem como objetivo identificar as situações passadas e expectativas futuras da indústria. O ICEI e a Sondagem são realizadas mensalmente desde setembro de 2010 pela Firjan em parceria com Confederação Nacional da Indústria (CNI).

Os indicadores variam no intervalo de 0 a 100, valores acima de 50 pontos indicam aumento/otimismo. Para a análise foi usada uma margem de erro de um ponto

Deixe um Comentário