Festival Varilux de Cinema Francês 22 traz programação com 17 filmes inéditos e recentes, dois clássicos e séries francesas

0

VOLTA REDONDA

O cinema francês com suas histórias ricas, relevantes e inspiradoras volta à cena com a chegada nas salas dos cinemas da 13ª edição do Festival Varilux de Cinema Francês 22. Único evento audiovisual realizado nacionalmente e simultâneo em municípios de quase todos os estados brasileiros, o festival ocorre entre 21 de junho e 6 de julho e brinda o público com 17 obras inéditas e recente s da filmografia francesa e dois filmes como homenagem: a um clássico e em comemoração aos 400 anos do dramaturgo francêsMolière.

Confira a programação no site: https://variluxcinefrances.com/
Na seleção dos inéditos desta edição com temáticas variadas e gêneros como comédia, drama, suspense e romance estão produções de diretores aclamados internacionalmente e já conhecidos do público brasileiro como François Ozon (Peter Von Kant), Cédric Klapisch (O Próximo Passo), Asghar Farhadi (Um Herói) e Louis Garrel (Um Pequeno Grande Plano). Integram a programação obras premiadas como O Acontecimento, de Audrey Diwan, vencedora do Leão de Ouro de
melhor filme no Festival de Veneza em 2021; Um Herói, de Asghar Farhadi, vencedor do Grand Prix no Festival de Cannes de 2021; Contratempos, de Eric Gravel, vencedor dos prêmios de Melhor Diretor e Melhor Atriz (Laure Calamy) no Festival de Veneza; O Destino de Haffmann, de Fred Cavayé, vencedor nas categorias Melhor Atriz e Melhor Filme (Prêmio do Público) no Festival du Film de Sarlat 2021 e Peter Von Kant, de François Ozon, indicado ao Urso de Ouro de Melhor Filme no Festival de Berlim em 2022.

Em Volta Redonda, o festival acontece no Cine Gacemss e brinda o público com 17 obras inéditas e recentes da filmografia francesa e dois filmes como homenagem: a um clássico e em comemoração aos 400 anos do dramaturgo francês Molière. Confira a programação no site: www.gacemss.com.br

Os fãs irão rever na telona estrelas e astros consagrados como Fanny Ardant (Os Jovens Amantes), Isabelle Adjani (Peter Von Kant), Virginie Efira (Esperando Bojangles, O Segredo de Madeleine Collins), Emmanuelle Bercot (Peter Von Kant), Daniel Auteuil (O Destino de Haffmann), Gilles Lellouche (Golias, Kompromat e O Destino de Haffmann), Denis Ménochet (Peter Von Kant), Pierre Niney (Golias) e Romain Duris (Esperando Bojangles, As Aventuras de Molière). Nomes aclamados como Laetitia Casta (Um Pequeno Grande Plano), Cécile de France (Os Jovens Amantes), Laure Calamy (Contratempos) e Melvil Poupaud (Os Jovens Amantes) também marcam presença.

– Estamos sempre atentos para trazer para o festival obras de qualidade e com diversidade de temas. Sabemos que o público quer rever seus atores e diretores preferidos, mas também conhecer as novas revelações – comenta Christian Boudier, codiretor e cocurador do festival.
Atentos às mudanças no mercado audiovisual mundial e particularmente no francês, os diretores do Festival Varilux resolveram inovar este ano. A edição 22 terá, pela primeira vez, uma mostra de sete séries francesas inéditas. A curadoria criteriosa já conhecida para os longas-metragens participantes se estendeu ao formato seriado e produções recentes foram selecionadas para serem exibidas em São Paulo e no Rio de Janeiro. As cidades recebem ainda uma masterclass e um encontro profissional durante o festival. E, em data a ser divulgada posteriormente, as séries serão disponibilizadas para todo o Brasil gratuitamente no streaming. – O mundo está mudando e o mundo das imagens junto com ele. A pandemia acentuou a tendência de “consumir” produções no sofá, sob demanda. Nós, que amamos tanto o cinema, vamos sempre incentivar que a experiência de assistir aos filmes seja nas salas de cinema, neste lugar mágico. Mas sabemos que existem ótimas produções sendo feitas e assistidas em outras telas. E não podíamos deixar de trazer para o público brasileiro, que sempre prestigiou o festival, um pouco das séries francesas que estão sendo produzidas – ressalta Emmanuelle Boudier, codiretora e cocuradora do festival.
O Festival Varilux de Cinema Francês é realizado pela produtora Bonfilm e tem como patrocinadores principais a Essilor/Varilux e a Pernod Ricard/Lillet, além do Ministério do Turismo, Secretaria Especial da Cultura e a Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, Secretaria Municipal de Cultura. Outros parceiros importantes são as unidades das Alianças Francesas em todo Brasil, a Embaixada da França no Brasil, as empresas Club Med, Air France e Ingresso.com,
além das distribuidoras dos filmes Bonfilm, California Filmes, Elite Filmes, Mares Filmes, Synapse e Zeta Filmes e os exibidores de cinema independente/de arte e as grandes redes de cinema comercial. Entre os parceiros de mídia estão AdoroCinema, Arte1, Canal Curta!, Filme B e Papo de Cinema.