Feira Afro abre a Semana da Consciência Negra em Barra Mansa

0

BARRA MANSA

Barra Mansa abriu a Semana da Consciência Negra em grande estilo. No sábado, 16, foi realizada a Feira Afro, no Calçadão Dama Paula de Jesus Francisco, no Centro. O evento foi regado à feijoada, feijão tropeiro, doces, capoeira e apresentação de monólogo e poesias. Mulheres negras empreendedoras tiveram a oportunidade de expor sua produção. Rodas de samba e o Baile Charme integraram a iniciativa. A vice-prefeita, Fátima Lima, participou do evento. “Essa foi uma das aberturas mais bela dos últimos tempos, com muita alegria, participação e entrosamento. O evento é a culminância do trabalho que realizamos o ano inteiro com foco na promoção da igualdade racial. Vale lembrar que no início de 2017 foi criada a Gerência de Promoção da Igualdade Racial. De lá pra cá temos sido incansáveis na busca de parceiros na sociedade e na própria Prefeitura, como na Educação, Saúde, Assistência Social e Desenvolvimento Econômico a fim colocar a temática de equidade para a construção de um mundo mais justo”, disse.

A Feira foi organizada pela Gerência de Promoção de Igualdade Racial, Fundação Cultura e Conselho Municipal de Políticas de Promoção da Igualdade Racial. Uma das tratativas evidências durante a feira foi a história da população negra, que desde a abolição da escravatura, com a Lei Áurea em 1988, vem lutando pelos direitos e valorização do povo negro.

Desfile Afro foi realizado – Chico de Assis PMBM

Segundo a presidente do Conselho Municipal de Promoção de Políticas Igualdade Racial, Silvana Maria Almeida de Carvalho, o evento vai além de uma comemoração. “É uma data de muita repercussão das desvantagens que a população negra ainda sofre, principalmente no que se refere ao mercado de trabalho e a violência, que acomete jovens e mulheres. Num país, onde a maioria da população é declarada negra é preciso fazer essa reflexão e analisar a base da pirâmide da sociedade, que ainda continua sendo formada por mulheres negras”, disse.

A responsável pela execução das políticas públicas de promoção de Igualdade Racial do município, Deiviane da Costa explicou que as ações realizadas pela Gerência de Promoção de Igualdade Racial acontecem de maneira transversal, envolvendo diversos setores da administração pública. Destacou ainda que a programação da Feira, que contou com elementos da cultura afro-brasileira, como a tradicional feijoada da OICN (Organização e Integração da Consciência Negra), a apresentação dos grupos de capoeira, da poesia do Islam da Matriz e da poetisa Jéssica Regina, a força do empreendedorismo negro (moda, acessórios e doces) e a beleza e representatividade dos(as) modelos que desfilaram para as marcas de Moda Afro no desfile Diáspora Fashion, com as estilistas Negrita Karine e Brunna do Fuzuê, e envolveu 80 modelos. “Tivemos um grande público presente e espero que a mensagem da memória de Zumbi dos Palmares, herói da resistência negra, tenha sido repassada. Na terça-feira (19), faremos uma visita ao Quilombo de Santana, a convite da Secretaria de Assistência Social da cidade de Quatis; na quinta-feira, 21, teremos o Afrosaberes no distrito de Antônio Rocha e na Escola da Colônia Santo Antônio e no dia 22, o Seminário Relações Étnico-Raciais na Educação: Cultura Afro em Sala de Aula”, citou.

SAMBA E BAILE CHARME NO CALÇADÃO

As rodas de samba e o Baile Charme abrilhantaram o evento. De acordo com um dos organizadores da programação musical, o radialista Tico Balanço, o Calçadão Dama do samba se consolidou como ponto de eventos culturais. “Já estamos preparando as atividades da Semana Nacional do Samba, que acontece entre os dias 2 e 8 de dezembro, lei sancionada pelo prefeito Rodrigo Drable”, concluiu.

 

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !