Fecomércio RJ estimula a transformação digital no comércio

0

SUL FLUMINENSE

A Fecomércio RJ criou uma novidade para a transformação digital no setor de comércio de produtos e serviços, fomentando o e-commerce para empresários e pequenos comerciantes. Pesquisa do Instituto Fecomércio de Pesquisas e Análises (IFec RJ) mostra que, atualmente, 75% das empresas não comercializam seus produtos on-line. O índice aponta uma fragilidade do setor, que fica ainda mais evidente em um cenário de circulação restrita pela pandemia de Covid-19.

Pensando nisso, a Fecomércio RJ firmou uma parceria com a Convem, empresa dedicada à criação de lojas on-line. Ao acessar o site http://www.fecomercio-rj.org.br/lojaonline e seguir o passo a passo indicado,  será possível ingressar no ambiente virtual.

Além de apoio técnico para a solução, a Convem garante treinamento em vendas e marketing para capacitar a equipe, incluindo promoção nas redes sociais e posicionamento no Google. O Sebrae RJ é, também, parceiro nesta iniciativa, garantindo a credibilidade e o suporte necessário. “Com quatro anos de mercado, experiência de 200 lojas parceiras e mais de 5 mil clientes, podemos garantir que os pequenos e médios negócios tenham uma transição rápida e eficiente para o ambiente digital, com todo suporte necessário, não somente ferramental, mas também com orientações de como potencializar suas vendas, realizar promoções e até mesmo se aproximar de seus clientes. Essa iniciativa da Fecomércio RJ é fundamental para o ambiente de negócios online do Estado e tem o poder de transformar o dia a dia dos comerciantes”, explica o fundador da plataforma, Luiggi Senna.

As empresas que adquirirem o serviço pelo site da Fecomércio RJ ou através do site dos sindicatos filiados não terão qualquer despesa de implantação, tendo como investimento somente a taxa de comissionamento cobrada pela empresa responsável. “A missão da Fecomércio RJ é fomentar o ambiente de negócios no segmento do comércio. As vendas online já eram uma necessidade do setor, diante das novas tecnologias e das mudanças no hábito de consumo. Neste cenário de circulação restrita, o momento não poderia ser mais oportuno. Esta é uma grande oportunidade para os comerciantes se atualizarem e potencializarem suas vendas”, destaca o presidente da Fecomércio RJ, Antonio Florencio de Queiroz Junior.