Fatores externos e psicológicos podem causar ressecamento na região vaginal

0

SUL FLUMINENSE

Excesso de tarefas no trabalho, cuidados com a casa e a família. A saúde íntima da mulher pode, muitas vezes, ser negligenciada por conta da correria do dia a dia. Aquela sensação de queimação na área vaginal, coceira, dificuldade de urinar ou até mesmo dor durante o contato íntimo são sintomas comuns da secura vaginal e devem ser investigados.

A região íntima da mulher é muito sensível a fatores externos e psicológicos, como problemas profissionais, preocupações familiares e pessoais dentre outras. Mas alguns cuidados podem diminuir a incidência e até evitar que este incômodo apareça novamente.

É aconselhável procurar ajuda médica em caso de sintomas. O tratamento é multifatorial e pode ser combinado entre medicamento, suplementação e dietas. No mercado, existem maneiras rápidas e eficazes para minimizar o problema, como o uso de gel hidratante intravaginal, que auxilia na manutenção da hidratação vaginal natural e da hidratação tecidual.

Pesquisa

Acontece que um quinto das brasileiras desconhece esse tipo de ressecamento, segundo dados de um estudo realizado pela Conecta Pesquisas. A investigação ouviu 1 007 mulheres a partir dos 16 anos de todo o país. Por meio de um questionário online, elas forneceram informações sobre o que sabiam a respeito da condição. E o resultado foi que 88% apresentaram algum grau de desconhecimento em relação a ela — 20% sequer sabiam o que era.

De acordo com os dados da pesquisa, o ressecamento vai além das dores físicas. Entre as mulheres com o quadro, 53% se sentiam irritadas, 44% manifestavam insegurança e 33% exibiam autoestima baixa.
Apesar disso, poucas procuram ajuda médica. Apenas 24% das que reclamaram de secura vaginal foram atrás de um ginecologista.

Algumas causas

Falta de estrogênio

Fabricado naturalmente pelo corpo feminino, esse hormônio estimula a produção de glicogênio, que serve de alimento para as bactérias benéficas encontradas na vagina que equilibram o Ph natural deste local. A falta deste hormônio compromete todo o ciclo menstrual, além de deixar a parede vaginal mais fina. Em geral, as baixas concentrações de estrogênio no corpo das mulheres pode causar ressecamento vaginal, situação esta comum na menopausa e na fase de aleitamento materno.

Medicamentos

O uso prolongado de alguns tipos de medicamentos e tratamentos oncológicos (Quimioterapia e Radioterapia) também podem interferir na produção de estrogênio. As mulheres que estiverem recebendo este tipo de tratamento devem observar se o ressecamento vaginal se faz presente.

Infecções

A Candidíase vaginal e outras infecções que afetam a cavidade vaginal muitas vezes alteram a flora natural da vagina e são capazes de desenvolver um quadro de secura vaginal. Tratamento é necessário bem como hidratação local caso necessite.

Pílula Anticoncepcional

Usuárias de contraceptivos hormonais orais podem apresentar quadro de ressecamento vaginal. É pouco frequente, mas pode afetar a lubrificação íntima e dificultar relação sexual.

Problemas de natureza psicológica

Como alguns dos sintomas da secura vaginal só são sentidos durante a relação sexual, o problema pode estar, justamente, relacionado à falta de excitação, lubrificação, insatisfação com o parceiro, situações de stress e até quadros de depressão.

 

 

Deixe um Comentário

error: Conteúdo protegido !