Famílias deixam acampamento em praça e barracas são desmontadas

0

VOLTA REDONDA

A Guarda Municipal desmobilizou neste domingo, dia 1, o acampamento que havia sido montado na Praça Sávio Gama, onde fica o Palácio 17 de Julho, sede do Poder Executivo Municipal. Após monitoramento de quase dez dias, foi constatado pelo serviço de inteligência que as famílias que antes ocuparam o local tinham ido embora, e um pequeno grupo de pessoas não identificadas tinha tomado posse das barracas.

RESUMO DOS FATOS

Segundo informações da prefeitura, o acampamento foi originalmente formado por pessoas que invadiram um pedaço de terra particular, na divisa entre Barra Mansa e Volta Redonda. A partir de uma decisão judicial, os ocupantes foram retirados do terreno e acamparam na praça da prefeitura.

Em reunião intermediada pela Cúria Diocesana, a prefeitura ofereceu emprego, aluguel social e cestas básicas para as famílias, entretanto, a proposta não foi aceita. A Igreja então se afastou das negociações e a prefeitura aguardou o  retorno do grupo, que após algumas semanas deixou a praça.

A partir daí, as barracas começaram a ser ocupadas por pessoas estranhas ao movimento original. Durante a desmobilização, muito lixo e dejetos humanos foram encontrados no local. Todos foram orientados a procurar os abrigos da prefeitura e os serviços sociais. Nenhum pertence particular foi levado pelo grupamento.

A desmobilização ocorreu sem resistência e foi decidida após denúncias que animais foram vítimas de maus tratos na praça. No sábado, uma briga generalizada entre pessoas que ocupavam as barracas foi registrada após um homem ser flagrado tentando violentar uma cadela.

 

error: Conteúdo protegido !