Familiares e amigos realizam homenagem aos jovens mortos em acidente na BR 393

3

RESENDE

Amigos e familiares se reuniram para realizar uma homenagem aos quatro jovens resendenses que morreram no acidente do último dia 15, domingo, na Rodovia Lúcio Meira (BR 393), em um local conhecido como ‘Curva do Aterrado’, em Dorândia.  Foi realizada uma carreata na segunda-feira, após o velório de Bruno Aparecido, de 21 anos, saindo da casa dele no Cabral, onde compareceram cerca de 100 veículos entre carros e motos. Já nesta terça-feira, dia 17, outra homenagem foi feita às 16 horas para Karoline Souza Gregório, de 24 anos, Ygor Mateus Silva, de 15 anos e Anderson Andrade, 21 anos, saindo da Capela Altos dos Passos.

Segundo explicou o amigo dos quatro, João Pedro de Almeida, morador de Resende, os jovens gostavam de carros rebaixados e unir esses veículos para eles, foi uma forma de dizer ‘descansem em paz’. “Eu não tenho nem palavras para explicar o que estou sentindo nesse momento. Foi uma perda grande e violenta, foram quatro amigos de uma vez. Até agora eu não estou acreditando nisso”, lamentou.

João Pedro ainda contou que eles passaram o fim de semana entre amigos e parentes, em um parque aquático em Barra do Piraí. “Os parentes do Anderson estavam com a gente. Estávamos indo embora também a 300 metros atrás”, disse, relatando que ao chegar ao local de acidente, logo imaginou que fossem seus amigos. “Na hora só vimos o ônibus, e eu fui conferir. Infelizmente eram eles”, expôs afirmando que foi um choque para todos.  “Passei o fim de semana com eles e na hora de ir embora acontece esse fatalidade. É muito triste”, concluiu.

 sobre o acidente

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), os jovens retornavam de uma festa, em um veículo VW Parati, quando o carro colidiu em um ônibus da Viação Aparecida, que fazia a linha Barra Mansa x Santanésia. Três dos jovens morreram na hora e Anderson Andrade, chegou a ser encaminhado em estado grave para o Hospital São João Batista (HSJB), em Volta Redonda, mas acabou não resistindo aos ferimentos. Quatorze pessoas que estavam no ônibus também ficaram feridas, porém, sem gravidade, segundo a PRF.

A Polícia Rodoviária ainda informou que o veículo em que estavam os jovens chegou a ser parado no posto da equipe, onde foi verificado que a condutora estava sem cinto de segurança e se recusou a fazer o teste etílico. A PRF informou que a condutora teria sido multada e teve a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) retida, dando a direção do veículo para outra pessoa habilitada. A mulher que teria assumido o controle do carro, não estava mais no veículo no momento do acidente.

 

3 Comentários

  1. Nossos Amigos vao deixar muitaa saudades … ;'( Foi uma perda grande pra todos…
    Nossos Manos, de todas as horas…
    Olhem por nois dai de cima irmaos !!!
    Descansem em Paz !!!

  2. Eu sei como é a dor de um familiar quando perde um ente querido;mais a mistura álcool e direção não combinam,a verdadeira culpada da história é a segunda mulher que tomou posse do veículo no posto da PRF,e logo em seguida entregou o veículo para uma pessoa que a minutos atrás teve sua CNH apreendida pela PRF. A culpa é sua filha.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !