Fábrica de Óculos é inaugurada para beneficiar alunos da rede municipal e idosos

0

BARRA MANSA

Foi inaugurada nesta manhã no pátio da prefeitura a Fábrica de Óculos, durante a cerimônia foram entregues os 100 primeiros óculos. Participaram do evento, o prefeito Rodrigo Drable, a vice-prefeita Fátima Lima, padrinho da Fábrica o ex-prefeito de Volta Redonda, Antônio Francisco Neto; além de vereadores, secretários e a comunidade em geral. A iniciativa ainda contou com personagens infantis e brincadeiras e diversos serviços da saúde e do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae). O Quarteto de Sax do projeto Música nas Escolas apresentou clássicos durante a cerimônia.

A Fábrica de Óculos irá atender cerca de três mil crianças da rede municipal de ensino e idosos de baixa renda, em sua segunda fase de execução. A unidade está estruturada com equipamentos modernos e de primeira linha, como o lensômetro digital, esmeril diamantado e facetadora, o que permitirá a montagem de até 50 óculos por dia.

A Fábrica de Óculos funcionará de segunda a sexta-feira, de 8 às 17 horas, sob a coordenação de João Reis Machado, profissional que durante décadas esteve à frente da Ótica da Cidadania, no município de Volta Redonda.

De acordo com Drable, a Secretaria de Educação identificou que muitas crianças que estão com dificuldades de aprendizagem por causa da deficiência visual. “Temos boas escolas, bons professores, mas as notas dos alunos ainda estavam baixa. As secretarias de Educação e Saúde fizeram uma pesquisa e identificamos essas crianças com dificuldades visuais. Barra Mansa, além de ser referencia na música, será uma grande referencia na educação, é um dos meus sonhos”, destaca o prefeito.

Antônio Francisco Neto é considerado o padrinho da Fábrica de óculos. “Drable e o vereador Luis Antônio Cardoso me procuraram para auxiliar na Fábrica, modelo espelhado na Ótica da Cidadania. E hoje estamos inaugurando a fábrica que irá beneficiar e modificar a educação desses alunos”, destaca Neto.

Alunos escolhem armação de óculos

Além da escolha da armação, os alunos, a maioria acompanhado dos pais ou responsáveis, também fizeram a medida das lentes. Lorrane Pinheiro, de 15 anos, aluna do 9º ano do Colégio Doutor Elvino, na Vila Ursulino, disse que não teve dificuldades para escolher a armação dos óculos. “Tem tanta variedade que a gente fica estimulada a usar os óculos para enxergar melhor”.

O encaminhamento dos alunos ao oftalmologista foi realizado por meio do Programa Educação e Saúde, o qual possibilitou que as enfermeiras das Unidades Básicas de Saúde identificassem crianças e jovens com problemas de visão e realizassem o procedimento necessário ao encaminhamento para a consulta com especialista.

 

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !