Estudar em casa com qualidade: 5 dicas preciosas de estudo a distância

0

 

Estudar sem o acompanhamento de um professor, uma turma em sala de aula, de maneira presencial, pode ser a melhor opção para algumas pessoas que têm a rotina apertada ou porque simplesmente conseguem estudar melhor assim.

E, se você faz parte do time que se dá melhor estudando sozinho, não pode deixar de se atentar a alguns detalhes que fazem a diferença no dia a dia dos seus estudos. Assim como se estivesse estudando no ensino presencial, é importante se organizar, estabelecer horários e cumprir com as tarefas.

É importante ter em mente também que o estudo de forma remota deve ser encarado com a mesma seriedade do presencial. Ou seja, a dedicação necessária para atingir os seus objetivos é a mesma e o sucesso dessa ação só vai depender da sua determinação.

Partindo desse ponto, siga essa leitura e confira algumas orientações que vão ajudar você a manter a qualidade dos seus estudos a distância.

Organize a sua rotina (não só os estudos)

Uma agenda organizada ajuda a visualizar todos os compromissos do dia, além de priorizar os mais importantes – como os seus estudos. Por isso, não deixe de elencar as tarefas que terá durante todo o dia e o momento em que você irá se dedicar ao seu curso.

Além disso, como no estudo a distância geralmente você pode estabelecer o que vai estudar e quando fará isso, a dica é dividir os conteúdos de forma que você possa dedicar a sua atenção integral àquele conteúdo no momento. Por exemplo: das 8h às 10h, você estuda uma matéria e, das 10h30 às 12h30, estuda outra.

Respeite o seu local e momento de estudo

Ter um local para poder se concentrar inteiramente nos estudos faz toda a diferença. Isso acontece porque, nesse espaço, você precisará deixar apenas o necessário para estudar o conteúdo, ou seja, nada de distrações. Caso estude pelo celular, a dica é desligar as notificações de outros aplicativos que possam tirar o seu foco.

E falando em foco, neste momento, esqueça as redes sociais e assuntos paralelos. Lembre-se que você é responsável pelo seu aprendizado, portanto seu esforço é o que vai trazer recompensas no futuro.

Outra orientação interessante é conversar com quem convive em casa com você que aquele momento será reservado para isso, para que evitem interromper ou atrapalhar.

Treine e estude um pouco mais

Como assim “estudar um pouco mais”? A frase assusta, mas a explicação é compreensível. Estudando em casa, você deve saber separar os momentos em que estuda para cumprir o conteúdo das aulas e o momento que irá tirar para revisá-los e reforçar o que aprendeu em aula.

E o caminho para isso é estudar mais um pouco, repassando o conteúdo, fazendo os exercícios, buscando referências e tirando as dúvidas sobre o conteúdo com o seu professor ou tutor da disciplina.

Ah! E não se esqueça de buscar conhecimentos externos para acrescentar às atividades complementares que cada graduação exige.

Busque orientação

Nessa modalidade, muitos estudantes tendem a não recorrer aos professores ou tutores quando têm alguma dúvida. E isso é um grande erro, sabia?

Assim como na modalidade presencial, o professor está lá e fica à disposição dos alunos justamente para auxiliar em todos os pontos que não ficaram bem explicados para eles, além das dúvidas sobre as atividades, revisão de prova e afins.

Procure referências

Assim como em um curso presencial, em que você vai até a biblioteca da instituição, os cursos que não são físicos também oferecem um acervo de obras importantes para a sua formação. Então, não se prenda apenas aos materiais de apostilas e aulas.

Leia autores que vão agregar às suas atividades e contribuir também para a sua visão profissional. Isso também irá ajudar você a conhecer outras vertentes, ideias e a evolução de sua área de atuação.

Agora que você já sabe que, com pequenas ações, pode manter ou elevar a qualidade dos seus estudos em casa, tá esperando o que pra começar a aplicar todas elas?!

error: Conteúdo protegido !