Estado e região registram menor número de internações por Covid-19 após avanço da imunização

0

SUL FLUMINENSE/RIO

Um levantamento da Secretaria de Estado de Saúde (SES) aponta que o Rio de Janeiro registrou o menor número de internações por Covid-19 desde abril do ano passado. O estado atingiu, na última semana, a marca de 10 milhões de doses da vacina, o que representa 40% da população com 18 anos ou mais com o esquema vacinal completo. O A VOZ DA CIDADE questionou as prefeituras da região, que divulgaram dados que também apontam essa redução nas cidades Sul Fluminense, tanto nas UTIs, quanto nas enfermarias, assim como a queda no número de óbitos.

Em Itatiaia, de acordo com os dados da direção do Hospital Municipal Dr. Manoel Martins de Barros, atualmente, a média de atendimento no Centro Covid-19, está em 18 pacientes por dia, 10% a menos que o mês de junho, quando a média de atendimento diário foi de 20 pacientes. O número de atendimento diário já chegou a ser de 90 moradores, no período de março a abril. Nas últimas quatro semanas, o Centro Especializado de Covid-19, anexo ao Hospital Municipal, não registrou nenhuma internação pela doença. O espaço destinado exclusivamente aos casos de Covid-19 está com os leitos vazios. Já no último mês, segundo a Secretaria de Saúde, apenas um paciente foi transferido para o Hospital Regional, em Volta Redonda.

A cidade do Aço também registrou quedas. Sendo uma redução de 60,3% nas internações no Sistema Único de Saúde (SUS), com 58,3% menos nas UTIs públicas e 51,1% nas unidades de terapia intensiva da rede privada, sendo 76,2% nos leitos clínicos. A média do número de óbitos no comparativo entre 03/06 e 03/07 também registrou uma queda brusca, com uma redução de 81,1%. Esses dados foram divulgados na última semana pela prefeitura.

Em Quatis, a prefeitura destacou que desde o dia 10 de julho o município não interna ninguém com Covid-19 e o último óbito pela doença foi no dia 5 de julho. Na cidade já foram vacinados 23,44% do público alvo com as duas doses e 62,7% com pelo menos uma dose da vacina. “Com certeza a vacinação já está tendo eficácia imunizando à população”, destacou a prefeitura em nota enviada ao jornal.

Resende realizou um levantamento comparativo de abril a julho, que mostra a redução dos números com o avanço da vacinação: a taxa de ocupação na enfermaria em abril foi de 43,02%, 36,57% em maio, 25,81% em junho e 17,88% em julho; na UTI 55,63% em abril, 56,14% em maio, 42,26% em maio e 34,29% em julho. Já o número de óbitos foi de 83 em abril, 45 em maio, 31 em junho e 13 pacientes em julho.

Barra Mansa realizou levantamento referente aos meses de abril a julho. Em abril taxa de ocupação de enfermaria Covid-19 estava em 62,40%, em maio 42%, junho 38,50% e em julho o índice apresentado foi de 21,25%. No mesmo período, as taxas de ocupação de UTIs Covid apresentavam 57,80%, 48,60%, 50,75%, 31% respectivamente. Já os óbitos registrados no período analisado pela prefeitura foi de 95 no mês de abril, 55 mortes no mês de maio, em junho foram registradas 49 mortes e no mês de julho, foram registrado 27 mortes provocadas pela doença.

A Prefeitura de Porto Real foi questionada pelo A VOZ DA CIDADE, mas não enviou os dados até o fechamento desta edição.

error: Conteúdo protegido !