Estado assina primeiros contratos de financiamento com artesãos do Sul Fluminense

0

ESTADO

Os primeiros contratos de financiamento com artesãos do Sul Fluminense foram assinados. Eles foram aprovados no Programa ArtCred RJ, parceria da Agência de Fomento do Estado do Rio de Janeiro (AgeRio) e da Secretaria de Estado de Turismo (Setur-RJ). A cerimônia foi realizada na sede da Agência e contou com a participação de artesãos dos municípios de Angra dos Reis e Valença.

O programa, segundo o presidente da AgeRio, André Vila Verde, é mais uma medida para fortalecer a economia local, possibilitando aos artesãos chances de manter os negócios nesse momento da retomada da economia.  “A nossa proposta é impulsionar o trabalho que os artesãos fazem em suas cidades e abranger uma base ainda maior de empreendedores”, disse.

Para o secretário de Desenvolvimento Econômico, Energia e Relações Internacionais, Leonardo Soares, o artesão deve ser visto como um artista e empreendedor, que precisa de crédito para adquirir matéria-prima e ferramentas, e para garantir sua capacitação, como um profissional que deve ser respeitado como tal. Segundo ele, o artesanato, como tantas outras atividades, também movimenta a economia e gera emprego e renda.

O subsecretário de Turismo, Gerciano de Lima Luz, destacou que o Programa ArtCred RJ é de suma importância para o desenvolvimento dos negócios. Segundo ele, é impossível pensar no turismo sem pensar nos artesãos, já que os turistas levam uma lembrança da cidade que visitam.

De Angra dos Reis, o artesão Ilson dos Santos Luis, 68 anos, declarou que o programa salvou os empreendedores em um momento de muita dificuldade em decorrência da pandemia. “Esse projeto foi totalmente diferente, e posso dizer que foi um verdadeiro milagre para todos nós. O crédito vai chegar em uma hora muito boa.

Outra artesã, Raphaella Freitas da Cunha Ribas, tem 33 anos e é de Conservatória, distrito de Valença. Ela citou que o programa serviu para seguirem em frente e melhorar a situação.

FINANCIAMENTOS

Os artesãos que têm a Carteira Nacional poderão adquirir créditos de R$ 300 a R$ 21 mil, com taxa de 0,25% ao mês. O prazo para pagamento é de até 24 meses e a carência de até 12 meses. O crédito pode ser usado para aquisição de máquinas, equipamentos, reformas, reposição de estoque e capital de giro. Informações em www.agerio.com.br.

error: Conteúdo protegido !