Estácio Resende sedia lançamento do livro ‘As inquietações de uma pedagoga’

0

RESENDE

A coordenadora do curso de Pedagogia do campus Resende da Estácio, Carollini Silva Thomaz Graciani, lança na próxima sexta-feira seu primeiro livro: ‘As inquietações de uma pedagoga’, pela Editora Appris.

A noite de autógrafos acontecerá no Auditório II da Estácio Resende, na Rua Zenaide Vilela, no bairro Jardim Brasília, a partir das 19 horas, e é aberto à comunidade interessada pelo tema Educação, que deverá realizar inscrição para participar do evento pelo link https://bit.ly/3ckOV7g .
A autora conta que a obra reúne dez anos de curiosidade, encantamento, amor e pesquisas feitas por ela, que é professora e também pedagoga. Carollini acrescenta que ao longo desses anos, percorrendo salas de aula da educação infantil e anos iniciais do ensino fundamental, coordenações de ensino fundamental e médio, além de formação de professores no ensino superior, foi possível enxergar o processo educativo em todas as suas nuances.

De acordo com a coordenadora, o livro pretende explicar toda a problemática que envolve a Educação. “Passei a investigar temáticas atuais no campo da Pedagogia. O livro é uma reunião de artigos científicos que já publiquei, uma obra acadêmica sobre Educação, destinada a professores, pedagogos e estudantes da área, com assuntos pertinentes a essas práticas profissionais”, diz a coordenadora.

Entre os temas abordados no livro estão ‘Liderança e Motivação: pilares de uma gestão escolar participativa’; ‘O perfil do ‘professor-híbrido’, e a ‘Sinapse entre neurociência e educação’.

 

Inscrições para o Programa de Alfabetização e Letramento de Jovens e Adultos

A Estácio Resende prorrogou o período de inscrições para o Programa de Alfabetização e Letramento de Jovens e Adultos. As inscrições poderão ser realizadas até sábado, dia sete, no campus, que fica na Rua Zenaide Vilela, s/nº, no bairro Jardim Brasília. O Programa é gratuito e os interessados (acima de 18 anos) podem tirar dúvidas pela central de atendimento da Estácio pelos telefones 0800 880 6767 ou 4003 6767.

O programa é oferecido pela primeira vez o Programa que, desde sua criação em 2018, já contou com a participação de mais de 500 alunos. Nesta edição, a instituição ampliou para 12 o número de unidades participantes. Segundo Cláudia Romano, vice-presidente de Relações Institucionais, Sustentabilidade e Comunicação da Estácio, a meta é levar o programa a todas as unidades da instituição no Brasil. “Estamos alinhados com os ODS 4 da ONU e queremos combater o analfabetismo e erradicá-lo no entorno de nossos campi. Os dados do IBGE nos mostram que a batalha ainda é bem grande”, comenta.

O ensino é individualizado. As aulas acontecerão no período noturno com duração de três horas por dia, duas vezes por semana, e são totalmente gratuitas. Durante quatro meses, os alfabetizandos terão aulas com estudantes dos cursos superiores de Licenciaturas da Estácio – como Pedagogia, Letras, História, Geografia e Matemática – além da participação do corpo docente da Instituição. O objetivo é de que, ao término, os alunos se tornem capazes de ler e escrever pequenos textos, com compreensão, além de resolver problemas matemáticos simples e usar de forma crítica informações veicula das nas diferentes mídias.

ODS 4 da ONU

O Programa de Responsabilidade Social da Estácio está alinhado ao Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) de número 4, da Organização das Nações Unidas (ONU), que deseja garantir que todos os jovens e uma substancial proporção dos adultos – homens e mulheres – estejam alfabetizados e tenham adquirido o conhecimento básico de matemática até 2030. De acordo com os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgados em junho 2019, o Brasil registra o número de 11,3 milhões de analfabetos entre a população de 15 anos ou mais.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !