Especialização em tratamento de lesões é incluso em pós-graduação

0

BARRA MANSA

Quando uma pessoa sofre uma lesão óssea, o tipo de tratamento irá depender da gravidade e da orientação de cada médico. Porém, com a imobilização de um membro, ele sofre diversas perdas como da massa muscular, da flexibilidade e da força. Por isso, independente do diagnóstico, é recomendado e indispensável o acompanhamento de um profissional especialista na área de Fisioterapia traumato-ortopédica.

De acordo com o coordenador da pós-graduação em Fisioterapia Traumato-ortopédica Funcional do Centro Universitário de Barra Mansa (UBM), Vladimir Lopes de Souza, isso se deve ao fato de que, depois de um período de imobilização, o paciente precisa recuperar o movimento da articulação, além de providenciar seu fortalecimento e a reabilitação completa. “Esse especialista tem uma visão diferente e atende indivíduos que sofreram lesões traumáticas, como fraturas, pós-cirúrgico, além da parte da ortopedia, que cuida das famosas tendinites, bursites, entre outras. Ele atende esse tipo de patologias, mas de forma mais completa e não como antes, em que se focava muito em tratar uma parte e deixava de ver o todo”, destaca.

Neste curso, por exemplo, o fisioterapeuta se tornará especialista na avaliação detalhada dos sistemas muscular, articular e neural para que construa diagnósticos objetivos dos distúrbios cinético-funcionais, assim como aplicar as melhores e mais modernas técnicas. “Ele terá que ser capaz, ainda, de enfrentar os desafios propostos por mudanças da vida contemporânea, que causam menor qualidade de vida e, consequentemente, o surgimento de novas doenças”, acrescenta o coordenador.

Com a atuação desse profissional, fraturas que antes eram tratadas durante meses podem ser tratadas por meio de cirurgia ou outros procedimentos mais modernos, possibilitando que o paciente tenha uma recuperação mais rápida e eficaz. As inscrições para a pós-graduação em Traumato-ortopédica Funcional do UBM estão abertas e o curso tem início previsto para agosto.

O profissional especializado em Traumato-ortopédica Funcional pode atuar com a preparação de trabalhos preventivos, de intervenção funcional e proprioceptiva em hospitais, clínicas, centros de reabilitação e centros desportivos. A área, que é uma das especializações reconhecidas pelo Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (Coffito), é promissora e, na região, o UBM é a única instituição que oferece curso de especialização direcionado para fisioterapeutas.

 

 

Deixe um Comentário

error: Conteúdo protegido !