Equipes de Vigilância em Saúde realizam acompanhamento a seis mil barra-mansenses

0

BARRA MANSA

As equipes de atendimento domiciliar de enfretamento a Covid-19 em Barra Mansa têm sido fundamentais para conter a disseminação da doença no município. Na avaliação da gerente de Vigilância em Saúde, Juliana Machado, elas têm proporcionado aos pacientes e suas famílias cuidados e orientações quanto à doença caso a caso. As equipes já efetuaram o teste da Covid em 6,6 mil profissionais, entre eles taxistas, motoristas de aplicativos, motoboys, segurança pública, lideranças religiosas e cidadãos em asilos de longa permanência e abrigos. Esse quantitativo inclui também 1,6 mil profissionais da saúde pública do município. Também foram feitas cerca de cinco mil orientações por telefone esclarecendo as principais dúvidas sobre a Covid-19.

No período de abril até os dias atuais dados da Secretaria de Saúde dão conta de que pelo menos seis mil pessoas, entre pacientes positivos e seus familiares, receberam o acompanhamento dos profissionais. Deste total, dois mil tiveram a oportunidade de realizar o teste rápido em sua própria residência.

De acordo com Juliana, as visitações das equipes de saúde adotadas desde abril deste ano para acompanhamento e orientações aos familiares de pacientes acometidos pelo coronavírus vem surtido um resultado expressivo no controle dos casos. “Elas são importantes aliadas no que se refere as particularidades de cada indivíduo sobre o entendimento da pandemia”, afirmou, destacando que há aproximadamente um mês a Secretaria de Saúde contratou novos profissionais para compor o grupo. “Com isso conseguimos intensificar a realização dos testes rápidos para detectar o vírus, os atendimentos telefônicos para esclarecimento de dúvidas e de orientações as medidas de proteção, como o uso de máscara de proteção facial, higienização sistemática das mãos e o distanciamento social”, ressaltou.

Juliana Machado informou ainda que são realizados em média 60 testes rápidos por dia durante os atendimentos domiciliares. “Dessa maneira, conseguimos detectar a doença, tratar os pacientes e acompanhar os familiares seguindo os protocolos determinados pela Organização Mundial de Saúde”.

CUIDADOS

O trabalho realizado pelos integrantes técnicos exige o uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs). “As vias principais de transmissão da Covid-19 são por gotículas ou contato, por isto é de fundamental importância a adequada aplicação das precauções padrão mediante os riscos de exposição”, concluiu Juliana.

 

error: Conteúdo protegido !