ENEM para pessoas privadas de liberdade será em dezembro

0

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) alterou a data de aplicação das provas do Exame Nacional do Ensino Médio para pessoas privadas de liberdade e jovens sob medida socioeducativa que inclua privação de liberdade (Enem PPL) para os dias 11 e 12 de dezembro. A retificação está publicada no edital do exame, publicado no Diário Oficial da União de segunda-feira, dia 8.

No primeiro dia do exame, 11 de dezembro, serão aplicadas as provas de linguagens, códigos e suas tecnologias, redação e ciências humanas e suas tecnologias. A aplicação terá 5h30min de duração, contadas a partir da autorização do aplicador para o início. Já no segundo dia do exame, 12 de dezembro, serão aplicadas as provas de ciências da natureza e suas tecnologias e matemática e suas tecnologias. A aplicação terá 5 horas de duração, contadas a partir da autorização do aplicador. As demais disposições do Edital nº 76, de 29 de agosto de 2018, são mantidas.

O Enem PPL tem como principal finalidade a avaliação individual do desempenho do participante ao final do ensino médio. Assim como no Enem regular, serão aplicadas quatro provas objetivas, cada uma com 45 questões de múltipla escolha e uma redação em língua portuguesa.

Cada unidade prisional ou socioeducativa indicada terá um responsável pedagógico com acesso ao sistema de inscrição e suas funcionalidades. Ele será responsável pela realização e acompanhamento das inscrições; distribuição dos candidatos nas salas; transferência de participantes entre as unidades se for o caso, dentro do prazo previsto para inscrição; exclusão de participantes que tiverem sua liberdade decretada. O responsável pedagógico acessará os resultados obtidos pelos participantes, pleiteará sua participação no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e em outros programas de acesso ao ensino superior, se possível. Ele também divulgará as informações sobre o exame aos participantes e indicará, caso necessário, assistente pedagógico que o auxiliará na realização das inscrições dos participantes e que terá as mesmas incumbências do responsável pedagógico.

Exame

O Enem PPL 2018 é destinado a pessoas submetidas a penas privativas de liberdade e jovens sob medida socioeducativa que inclua privação de liberdade. Os participantes, com idade a partir de 18 anos, poderão utilizar o desempenho no exame como mecanismo único, alternativo ou complementar para acesso à educação superior. Já os participantes menores de 18 anos, considerados ‘treineiros’, só poderão utilizar os seus resultados individuais do exame para a autoavaliação de conhecimentos.