Emissão de nota fiscal gratuita entra em operação nesta segunda-feira, em Volta Redonda

0

VOLTA REDONDA
O novo sistema informatizado utilizado para administrar o Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN), e que emite gratuitamente a nota fiscal eletrônica, entrou em operação nesta segunda-feira, dia 20, em Volta Redonda. De acordo com o secretário municipal de Fazenda, Erick Higino, a operação de implantação do novo sistema foi realizada com sucesso e já se encontra em funcionamento.
Disse o secretário que foi iniciada nesta segunda-feira, dia 20, a transição do sistema antigo para o novo que, na prática, a maioria dos contadores já conhecia. O secretário citou ainda os benefícios que serão gerados com a medida. “Com o fim da taxa para emitir as notas fiscais, além da economia para o contribuinte, acredito que muitas empresas irão se legalizar, inclusive os Microempreendedores Individuais (MEIs), aumentando a arrecadação do ISS e movimentando a economia”, acrescentou Erick.
CERCA DE ONZE MIL CONTRIBUINTES INSCRITOS
A integração do novo sistema com os de gestão da prefeitura foi realizada pela Empresa de Processamento de Dados de Volta Redonda (EPD-VR). De acordo com dados da SMF, Volta Redonda conta com cerca de 11,4 mil contribuintes inscritos. Nos primeiros oito meses deste ano, a secretaria contabilizou a emissão de aproximadamente um milhão e 250 mil notas fiscais no município.
Desde maio do ano passado, uma taxa era cobrada de empresários, microempreendedores ou qualquer prestador de serviço. A cobrança, feita mensalmente, girava entre R$ 7,90 para microempreendedores individuais e R$ 49,90. O valor era referente ao custo de aquisição do software usado para emissão da nota por uma empresa contratada pela antiga gestão. “Desde o início do ano estamos trabalhando para melhorar o ambiente de negócios e movimentar a economia, como parte da recuperação da nossa cidade. São muitos os desafios, mas estamos avançando mais a cada dia”, concluiu o prefeito Antonio Francisco Neto.