Em reunião com lideranças Nelson Gonçalves confirma pré-candidatura a Alerj

0

VOLTA REDONDA

“Em cada canto do Sul Fluminense, há pelo menos um investimento que eu trouxe quando era deputado estadual. Estradas, hospitais, escolas, cursos profissionalizantes, meio ambiente, entre outros”. A fala é do ex-deputado estadual Nelson Gonçalves (PSD), que confirmou na manhã desta quarta-feira, sua pré-candidatura a Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), durante reunião com lideranças.

Ele lembrou que tem experiência no cargo por já ter sido deputado por seis mandatos. “Sei como buscar recursos, aprovar projetos e despertar o olhar do governo do Estado para atender nossa região”, ressaltou o ex-deputado que é médico.

Segundo ele, outro fator para sua pré-candidatura foi o pedido de representantes de entidades que se queixam da falta de representação da região na Alerj.

O pré-candidato também falou das conquistas para o Sul Fluminense conseguida por ele quando parlamentar. Para a educação, o ex-deputado citou conquistas como a implantação da primeira escola da Faetec, com cursos profissionalizantes, na Volta Grande, em Volta Redonda; reforma de pelo menos 50 escolas da rede estadual, implantação de cursos técnicos profissionalizantes, como o de Meio Ambiente, no Colégio Rondônia, no bairro São Geraldo, além da lei criando a Universidade Pública do Sul Fluminense, com oferta de diversos cursos e programas de pesquisas para a nossa região.

No meio ambiente, o ex-deputado lembra que é autor do pedido de liberação de R$ 23 milhões para construção da Estação de Tratamento de Esgoto Gil Portugal, na Vila Santa Cecília. Lembrou que a ação foi para preservar o Rio Paraíba do Sul. Nelson é autor da lei considerando o 22 de março como o Dia Estadual em Defesa do Rio Paraíba do Sul. A ação visa fomentar debates sobre estratégias de preservação das águas desse rio que corta três estados do país.

As estradas foram outro ponto alto do mandato de Nelson Gonçalves. A seu pedido foram diversas obras de pavimentação e recuperação asfáltica, como de Volta Redonda a Amparo; Amparo a Santa Isabel; Barra Mansa a Angra dos Reis; Santa Isabel a Parapeúna; Conservatória a Santa Isabel; Vargem Alegre a Pinheiral entre outras. Na saúde citou a verba de R$ 20 milhões destinada para o início das obras do Hospital Regional.