Eleições 2022 – Dada a largada da campanha eleitoral deste ano

0

São 12 candidatos a presidente; nove ao Governo do Rio de Janeiro; 13 postulantes ao Senado; e 1.059 candidatos a deputado federal e 1.607 a deputado estadual

BRASÍLIA

Desde hoje, 16, candidatos à Presidência da República, aos governos dos estados e aos cargos de senador, deputado, federal, estadual e distrital estão nas ruas em busca dos votos de 156,4 milhões de eleitores aptos a participarem do pleito no dia 2 de outubro, a realizar comícios e a fazer propaganda na internet, por exemplo. São 12 candidatos a presidente com seus vices; nove ao Governo do Rio de Janeiro e respectivos vices; 13 postulantes ao Senado; e 1.059 candidatos a deputado federal e 1.607 a deputado estadual. Uma verdadeira corrida para 46 dias de campanha de primeiro turno.

A campanha segue até o dia 1º de outubro, um dia antes do primeiro turno. Um eventual segundo turno para a disputa presidencial e aos governos estaduais será em 30 de outubro.

O QUE PODE E NÃO PODE

PODE – realizar comícios entre 8h e meia-noite; impulsionar conteúdo na internet, mas de modo identificado como publicidade e exibir o nome do candidato, partido, coligação ou federação; enviar mensagens eletrônicas para endereços cadastrados gratuitamente pelo candidato, pelo partido, federação ou pela coligação, desde que disponibilizem opção para descadastramento do destinatário; carreatas, caminhadas até às 22 horas do dia 30 de setembro; usar alto-falantes, carros de som e minitrios como apoios a comícios, carreatas, caminhadas e passeatas; usar bandeiras móveis em vias públicas de 6 às 22 horas; arrecadas recursos para campanha por meio de financiamento coletivo.

NÃO PODE – veicular conteúdos de cunho eleitoral a partir de perfis falsos; usar sites e pessoas jurídicas e órgãos públicos para fazer propaganda; disparar mensagens em massa para pessoas que não se inscreveram; Contratar tecnologias e serviços de impulsionamento não fornecidos pelas próprias redes sociais; compartilhar fake News e aqueles que possam caluniar, difamar ou injuriar qualquer pessoa, bem como atingir órgãos ou entidades que exerçam autoridade pública; fazer propaganda ou pedir votos por meio de telemarketing; realizar showmícios; confeccionar, utilizar e distribuir brindes ou vens que propiciem vantagem ao eleitor.

VEJA QUEM SÃO OS CANDIDATOS A PRESIDENTE

Doze candidatos concorrem ao cargo de Presidente da República e seus vices. São eles:

Ciro Gomes – PDT (vice Ana Paula Matos)

Constituinte Eymael – DC (vice Professor Bravo)

 

Felipe D’Ávila-  Novo  (vice Tiago Mitraud)

Jair Bolsonaro – PL (vice Braga Neto)

Léo Péricles – UP (vice Samara Martins)

Lula  – PT (vice Geraldo Alckimin)

 

Pablo Marçal – Pros (vice Fátima Perola Negra)

Roberto Jefferson – PTB (vice Padre Kelon)

 

Simone Tebet – MDB (vice Mara Gabrilli)

Sofia Manzano – PCB (vice Antonio Alves)

 

Soraya Thronicke – União (vice Marcos Cintra)

Vera – PSTU (vice Raquel Tremembé)

 

VEJA QUEM SÃO OS CANDIDATOS A GOVERNADOR

O Estado do Rio tem nove pretensos postulantes ao cargo de governador. São eles:

Cláudio Castro –PL (vice Washington Reis)

Cyro Garcia – PSTU (Samantha Guedes)

Eduardo Serra – PCB (vice Bianca Novaes)

Juliete – UP (vice Juliana Alves)

 

 

Luiz Eugênio – PCO (vice Guilherme de Lima)

Marcelo Freixo – PSB (vice César Maia)

Paulo Ganime – Novo (vice Hélio Secco)

Rodrigo Neves – PDT (vice Felipe Santa Cruz)

 

Wilson Witzel – PMB (vice Sidclei Bernardo)

VEJA QUEM SÃO OS CANDIDATOS AO SENADO

Nesse ano uma vaga no Senado está disponível para representar o Rio de Janeiro. São 13 candidatos. São eles:

Alessandro Molon (PSB)

André Ceciliano (PT)

Bárbara Sinedino (PSTU)

Cabo Daciolo (PDT)

Clarissa (União)

Daniel Silveira (PTB)

 

Dr. Paulo Marcelo (PMB)

Hermano Lemme (PCO)

Hiran Roedel (PCB)

Itagiba (Avante)

 

Professor Hélvio Costa (DC)

Raul (UP)

 

 

 

Romário (PL)