Sindicato da Construção Civil elege diretoria em Volta Redonda

0

 VOLTA REDONDA

Começa nesta quarta-feira, dia 10, e segue até a quinta-feira, 11, a eleição para escolha da nova diretoria do Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil, Construção Pesada, Montagem Industrial, Mármore e Granito do município e região. Das 8 às 18 horas, a categoria irá eleger a nova diretoria para a gestão 2019/2023. Vale lembrar que somente a chapa liderada pelo atual presidente da entidade, Sebastião Paulo de Assis, se inscreveu para o pleito.

A chapa é formada por 32 membros, composição que está de acordo com o estatuto da entidade e em conformidade com as deliberações da assembleia do dia 1º de março, que instaurou o processo eleitoral. Os trabalhadores deverão votar nas urnas fixas que ficarão na sede do Sindicato, no bairro Conforto, em Volta Redonda, e nas portarias da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN).

Já as urnas itinerantes percorrerão empresas, canteiros de obras, marcenarias, carpintarias, marmorarias e outros setores que compõem a base territorial do sindicato em Volta Redonda, Barra Mansa, Rio Claro, Resende, Itatiaia, Porto Real e Quatis. O objetivo é facilitar a participação de todos os trabalhadores associados e contribuintes, em dia com as obrigações estatuárias e com as contribuições sindicais há pelo menos seis meses.

PROPOSTAS

Entre as propostas da chapa que concorre à eleição estão defender os reajustes salariais nas convenções e acordos coletivos, garantir a manutenção de benefícios; fortalecer as fiscalizações nos canteiros de obras, ampliar a área do social do sindicato para atender associados e dependentes.

Outras metas são continuar promovendo a qualificação profissional para as categorias e ampliar os convênios oferecidos em escolas, universidades, clínicas médicas, laboratórios, atendimento odontológico e outros. “Somente com o fortalecimento da categoria será possível avançar com as conquistas e combater a retirada de direitos.  Para fazer o enfrentamento e colocar em prática os desafios, apostamos no apoio dos trabalhadores para legitimar a proposta de trabalho da nova diretoria”, concluiu o atual presidente.

Deixe um Comentário

error: Conteúdo protegido !