Educação avança com melhorias estruturais e pedagógicas em Resende

0

RESENDE

A prefeitura, por meio da secretaria de Educação no município fez um balanço das atividades realizada no ano passado e a previsão do que está sendo programada para 2021 com a construção de uma creche no bairro Surubi e uma escola no Parque Minais Gerias. A educação teve que se adaptar no ano passado por conta da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Apesar disso, a rede municipal de ensino conseguiu se reinventar e os estudantes das 64 unidades escolares não foram prejudicados. Mesmo com as aulas presenciais suspensas, todos os alunos estudaram de forma remota para garantir a segurança deles e também dos profissionais da educação.

A Secretaria de Educação elaborou um Plano de Ação para Educação não Presencial para as escolas, creches, como também os programas e centros especializados. Com este plano, as atividades aconteceram através de ferramentas digitais como o Portal da Educação, aplicativos de mensagens e redes sociais. E para os estudantes da zona rural e outros que não tinham acesso à internet, todo o conteúdo foi entregue de forma impressa.  Outra alternativa que a prefeitura encontrou para que os estudantes e suas famílias não fossem prejudicados, foi a distribuição dos kits alimentícios nas unidades da rede municipal. Esta iniciativa da administração municipal teve um resultado positivo e já são contabilizados em média 110 mil toneladas de kits entregues desde o início de abril, beneficiando milhares de alunos.

Kits alimentícios foram entregues para as famílias dos estudantes-Carina Rocha/PMR

Pensando no reconhecimento dos profissionais da educação, a administração realizou o “Educação em FormAção” em agosto, em que ofereceram palestras, workshops e conversas, virtualmente, para os profissionais da educação. O objetivo foi mantê-los em atividade e capacitados durante o período de pandemia. E neste em dezembro foi feita uma capacitação virtual para os gestores das redes de ensino municipal, estadual, federal e particular. Após uma comissão multidisciplinar, o Programa Saúde na Escola, vinculado à Atenção Básica de Saúde, ficou responsável pelo treinamento dos gestores. Nos encontros foram discutidos sobre o uso correto dos equipamentos de segurança, higienização das mãos e ambiente, para quando for possível o retorno das aulas presenciais.

RECONHECIMENTO EDUCAÇÃO

Resende foi destaque em um monitoramento nacional, que busca garantir um incentivo financeiro a novas iniciativas, através do Programa “Crescer Saudável”, do Governo Federal. O município bateu as metas e está apto para receber o incentivo financeiro. Este programa prevê um conjunto de ações que serão implantadas pelo Programa Saúde na Escola (PSE) para a prevenção e controle da obesidade infantil entre os alunos da Educação Infantil e Ensino Fundamental atendidos pelo PSE.

Apesar das aulas presenciais suspensas, a administração municipal continuou com os trabalhos de revitalização nas escolas e creches, seguindo os protocolos de segurança. Neste ano, a prefeitura entregou as Escolas Municipais Rio Preto, Lídia Pires, Bernarda Brandão e Bilíngue Rompendo o Silêncio revitalizadas e com diversas melhorias para receber os alunos quando for possível as aulas presenciais. A gestão atual já contabiliza 21 unidades de ensino entregues desde o início do mandato.

NOVAS ESCOLAS

Segundo a prefeitura, para os próximos anos, estão previstas mais duas unidades de ensino no município. Entre elas, a nova creche no bairro Surubi e a construção da escola do Parque Minas Gerais, situada na rua que dá acesso ao bairro.

A escola do Parque Minas Gerais está passando pela fase de fundação da estrutura. A unidade de ensino vai contar com seis salas de aula, salas administrativas, biblioteca, sala de recursos, laboratório de informática. Além de acessibilidade para todos, com sanitários equipados com banheiro acessível, pátio amplo com área coberta e descoberta. A unidade de ensino irá contemplar os estudantes que moram na região das Barras, possibilitando mais segurança para as crianças que poderão estudar perto de casa.