É hora de tomar decisões

0

“Não que já a tenha alcançado, ou que seja perfeito; mas prossigo para alcançar aquilo para o que fui também preso por Cristo Jesus. Irmãos, quando a mim, não julgo que o haja alcançado; mas uma coisa faço, e é que, esquecendo-me das coisas que atrás ficam, e avançando para as que estão diante de mim. Prossigo para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus (Filipenses 3: 12-14).
Na vida tomamos decisões todos os dias. Paulo, neste texto, está tomando decisões importantes. Quais são elas?
– Eu abro mão? Da sua religiosidade, dos seus lucros, dos seus direitos. Paulo abriu mão de tudo isso porque descobriu valores maiores. Jesus é o exemplo maior de alguém que abre mão. E nós, do que será que teríamos de abrir mão?
– Eu esqueço. Paulo era um homem de mente renovada, ele não deixava lixo na sua cabeça, ele esquecia.
* Do que Paulo não queria lembrar-se, do que ele queria esquecer? Das coisas ruins que ficaram para trás.
* O perigo de nos envolvermos com coisas que ficaram para trás: Os velhos arquivos precisam ser queimados, os entulhos, as gavetas serem limpas, as fichas precisam ser destruídas.
– Eu avanço. Paulo diz: “Avanço para o que está diante de mim”. Israel ao sair do Egito, tinha saudades dos “alhos”, das “cebolas” e das “panelas de carne”. Mas Josué e Calebe olhavam para frente – para a terra prometida.
* Há dois grupos de cristãos: os que olham para trás, e os que olham para frente. Hebreus 10: 39 diz que: nós não somos dos que retrocedem. Você está avançando ou retrocedendo? Você olha para frente ou para trás?
– Eu prossigo. Paulo era o tipo de indivíduo que queria sempre mais. Não parava, mas prosseguia. A vida cristã é um permanente prosseguir. Temos um alvo que é Cristo!

COLUNISTA
Reverendo Gerson Costa
Ministro Jubilado da Igreja Metodista Wesleyana
Pastor Conferencista / Cantor evangélico
Contato com esta coluna: [email protected]

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !