Duas pessoas influentes no tráfico são detidas após tentativa de homicídio em Paraty

0

PARATY

Duas pessoas foram presas ontem pela Polícia Civil, coordenada pelo delegado titular da 167ª Delegacia de Polícia, André Neves, com apoio do 33° Batalhão da Polícia Militar (BPM) após tentativa de homicídio. Ambos têm forte influência no tráfico de drogas da cidade. As prisões ocorreram na Ilha das Cobras e no bairro Mangueira.

Segundo relatos do delegado ao A VOZ DA CIDADE, os policiais cumpriram mandado de prisão contra um jovem, que não teve a identidade revelada, no bairro Ilha das Cobras, por o mesmo ter cometido tentativa de homicídio contra uma mulher no bairro Mangueira. “Ele tentou matar uma mulher identificada como ‘Patroa’, que era chefe do tráfico local. Na residência do criminoso, apreendemos considerável quantidade de material entorpecente (cocaína, maconha e crack) além de um revólver com a numeração suprimida”, contou a autoridade policial.

André disse ainda que questionado, o rapaz confessou fazer parte da facção criminosa Comando Vermelho (CV). “O conduzido não ofereceu resistência e assumiu que tentou matar a chefe do tráfico”, completou o delegado.

‘PATROA PRESA’

Ainda segundo André Neves, policiais civis da 167ª DP efetuaram a prisão da chefe do tráfico da comunidade da Mangueira. “A criminosa assumiu o controle do tráfico da localidade após a morte do ex-companheiro Juninho, que comandava a facção Terceiro Comando Puro (TCP) em Paraty. Adriana foi indiciada no inquérito que apura a atuação da facção TCP, onde foram expedidos diversos de mandados de prisão e no momento da captura a mesma estava com tornozeleira eletrônica por determinação do juízo de Paraty”, expôs.

Os dois se encontram na carceragem da 167ª DP e serão apresentados à Justiça.

Deixe um Comentário

error: Conteúdo protegido !