Duas famílias ficam desalojadas após temporal em Volta Redonda; região segue em alerta por chuvas

0

VOLTA REDONDA
Duas famílias ficaram desalojadas após o temporal que atingiu Volta Redonda no fim da tarde deste domingo, dia 07. Segundo a Defesa Civil, foram 23 ocorrências registradas, sendo elas deslizamentos de terra e duas quedas de postes – um deles atingindo um veículo. O muro de uma casa no bairro Voldac também cedeu, além de vários pontos de alagamento. De acordo com as informações da Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil de Volta Redonda, num período de 24 horas choveu 93 milímetros. Quantidade muito acima do suportável pelo solo do município, segundo o órgão, o que teria ocasionado os alagamentos.

Os principais alagamentos foram em pequenos pontos nas avenidas Amaral Peixoto, na Metalúrgicos, no Aterrado, na Lucas Evangelista e o Rio Brandão transbordou no Bairro Casa de Pedra. Siderópolis e Tiradentes também foram afetados.

Leia mais: Após chuvas, Defesa Civil interdita casas em Angra dos Reis

Informações oficiais dão conta de que até as 21 horas deste domingo, pelo menos duas famílias, uma do São Cristóvão e outra do Retiro ficaram desalojadas e foram levadas para casa de parentes. Não há registros de desabrigados e nem de feridos.
Em nota, a prefeitura reiterou que toda a estrutura municipal foi mobilizada. A Defesa Civil, com apoio do Saae (Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Volta Redonda) e a Secretaria Municipal de Infraestrutura estão nas ruas da cidade providenciando a limpeza, retirada de árvores que caíram, desobstruindo bueiros e prestando atendimento a quem precise.

EM ALERTA

A previsão para as próximas 24 horas preocupa e a Defesa Civil de Volta Redonda está em “Estagio de Atenção Total” com todas as equipes de plantão. Há previsão de mais chuva nas próximas horas, inclusive na madrugada desta segunda. A orientação para as famílias que residem em locais próximos a encostas e rios é para que procurarem um local mais seguro. Qualquer emergência, ligue 199.

BARRA MANSA
A chuva também já trouxe consequências aos moradores da Rua Florianópolis, no bairro Nova Esperança, em Barra Mansa. O Rio Barra Mansa transbordou e invadiu algumas casas que ficam próximas de seu leito. Ainda não informações de desabrigados ou desalojados, mas equipes da Defesa Civil estariam já no local.

Rio Barra Mansa já invadiu algumas casas na Rua Florianópolis, no bairro Nova Esperança – Foto: Enviada via WhatsApp

BARRA DO PIRAÍ

Em Barra do Piraí, segundo informações oficiais, nas últimas 24 horas, choveu cerca de 58 milímetros cúbicos/segundo, o que coloca o município em situação de atenção. Além desse fator, a Defesa Civil, em parceria com a Secretaria de Serviços Públicos, Guarda Municipal e Assistência Social, estão em alerta, averiguando possíveis desalojados ou desabrigados.

Ainda não há números oficiais a respeito das famílias atingidas. A previsão é de chuva nas próximas horas, inclusive na madrugada desta segunda-feira. A Defesa Civil orienta as famílias que residem em locais próximos a encostas a procurarem um local mais seguro e em caso de emergência liguem para o 199.

error: Conteúdo protegido !