Dois dos três baleados na porta de boate são policiais militares

0

PARATY

Na manhã de domingo, dia 3, três pessoas foram baleadas em frente a uma boate em Paraty, conforme divulgado pelo A VOZ DA CIDADE. Na noite do mesmo dia, agentes do 33ª Batalhão da Polícia Militar confirmaram que entre as vítimas, dois são policiais militares. Segundo informações da 167ª Delegacia de Polícia, o crime aconteceu na Avenida Roberto Silveira, no bairro Chácara da Saudade.  Os três foram socorridos por populares. Após o crime, grande quantidade de drogas, munições e armas foram apreendidas na Ilha das Cobras, no mesmo dia. Um suspeito de chefiar o tráfico do local morreu.

“Sobre os policiais feridos, graças a Deus todos estão bem. Não correm risco de morte”, informou o tenente do 33° BPM, Castro. “O soldado Moraes, da UPP Lins, encontra-se em observação na UPA de Paraty. Foi alvejado na clavícula. O cabo Neto foi transferido para o Hospital Geral da Japuiba, estando consciente e estabilizado. Foi necessário fazer dois drenos nos pulmões, para retirada de sangue dos mesmos. O projétil entrou pelo mamilo direito e alojou na costela lado esquerdo. Seu quadro é delicado, mas sem risco de morte”, atualizou o tenente.

Também é estável o estado do terceiro baleado, que segundo informações é segurança da boate.

Em sua rede social, a casa noturna “The Secret Club”, foi a público esclarecer a respeito do ocorrido na área externa do estabelecimento.

“Um meliante chegou armado na porta do club, disparando vários tiros sem motivo algum, e alvejando três pessoas, incluindo funcionários, causando pânico em quem estava na rua trabalhando, ou apenas de passagem. O estabelecimento prestou toda a assistência aos feridos, encaminhando os mesmos ao hospital de Paraty. Estamos disponibilizando as imagens de nossas câmeras de segurança para que a polícia Civil e Militar faça as investigações, e que os responsáveis sejam identificados e presos. Fica aqui a nossa revolta com a violência que teima em tirar a nossa paz, e o sossego dos nossos filhos”, disse a nota.

ILHA DAS COBRAS

Agentes do 33° Batalhão da Polícia Militar apreenderam na noite de domingo, grande quantidade de armas, drogas e munições no Ilha das Cobras. Segundo informações dos agentes, Alessandro da Silva Lourenço, suspeito de chefiar o tráfico de entorpecentes na localidade morreu durante troca de tiros com os PMs.

Os agentes foram até o bairro após denúncia de que homens que teriam cometido o tiroteio atingindo três pessoas na porta da boate estariam lá. Denominado como Morro do Ditão, a polícia localizou um jovem de 20 anos. Com ele foram encontrados, segundo a polícia, em sua residência, objetos (não revelados) de um assalto cometido recentemente na cidade.

Ainda de acordo com a PM, o rapaz informou, ao ser questionado sobre o tiroteio na boate, que o suspeito estava no sítio Bom Retiro.

Diante dos fatos, a equipe da P2 juntamente com guarnição do Patamo 3 CIA procederam o local onde fizeram cerco. O suspeito, junto com outros três homens, começaram atirar quando perceberam a aproximação da polícia, que revidou. Alessandro foi atingido e morto.

No local foram apreendidos uma pistola 9mm com um carregador e 10 munições, uma espingarda cal 12, quatro munições de calibre 12 intactas e uma deflagrada, um colete balístico, um coldre de cintura, uma balança, uma mochila tática, uma chave de veículo marca Suzuki, quatro controles remoto de portão elétrico, dois celulares, 25 sacolés de cocaína, um casaco camuflado, duas toucas ninjas e quatro tablete de maconha (400 gramas).

Após a apreensão, a equipe procedeu a 167ª DP para apresentar os fatos e todo material a autoridade policial.

error: Conteúdo protegido !