Dois agentes ficam feridos e dois suspeitos morrem durante operação em Angra

0

ANGRA DOS REIS

O Batalhão de Operações Especiais (Bope) segue para o segundo dia de operações em Angra dos Reis, onde ocorrem também operações das policiais Civil, Militar, Rodoviária e Federal. Grande material do tráfico foi apreendido e na noite de quinta-feira, dia 23, dois suspeitos de tráfico foram mortos e dois policiais foram baleados em incursão no bairro Belém.

Há dois dias, os agentes realizam operações pelas comunidades da cidade, que desde a noite do último sábado, dia 18, tem sido alvo de ataques de criminosos de duas facções que disputam o tráfico de Angra.

O A VOZ DA CIDADE procurou a equipe do 33° Batalhão da Polícia Militar, mas a mesma não se manifestou sobre os policiais feridos em serviço, até a publicação desta reportagem.

Os policiais foram encaminhados para o Hospital Geral da Jabuiba (HGJ) e a unidade não informou o estado de saúde de nenhum. Os suspeitos também chegaram a ser encaminhados para a unidade, mas não resistiram. Com eles foram apreendidos 01 fuzil Ak 47 e 01 fuzil 7.62.

Essa operação contou com o apoio da Coordenadoria de Recursos Especiais, da Polícia Civil, que mandou um helicóptero aqui para a região – Divulgação

O delegado titular da 166ª Delegacia de Polícia, Bruno Gilaberte, explicou ao A VOZ DA CIDADE sobre a operação conjunta, que teve início hoje, realizada pela Polícia Civil, Polícia Militar, Polícia Rodoviária Federal, e Polícia Federal. “Essa operação contou com o apoio da Coordenadoria de Recursos Especiais, da Polícia Civil, que mandou um helicóptero aqui para a região”, disse o delegado, contando que foram apreendidos um fuzil, seis granadas artesanais, número de munições ainda não contabilizado, apreensão de anotações do tráfico, e material para endolação, seis veículos roubados (três carros e três motos) e a prisão de um foragido da Justiça, que tinha mandado pela prática de roubo. “Segundo informações preliminares ele pertence a família do Norte, facção criminosa ‘Família do Norte”, contou o delegado.

O A VOZ DA CIDADE acompanha o caso e trará mais informações sobre o ocorrido ao longo do dia.

Foram apreendidos granadas caseiras e farto material do tráfico, cujo balanço ainda não foi divulgado pela equipe responsável pela operação – Divulgação

BOPE

O Bope chegou em Angra na tarde de quarta-feira, 22, para reforçar o trabalho em combate à criminalidade no litoral. Os agentes realizaram uma operação no Frade, onde drogas e material do tráfico foram apreendidos e um homem foi baleado e morreu.

Segundo informações, os agentes foram recebidos a tiros na Rua Portugal, revidando a agressão. Depois que a situação foi controlada, os policiais encontram um homem, munido de uma pistola 9mm caído ao chão com ferimentos de arma de fogo. Ele foi encaminhado para o Hospital Geral da Japuíba (HGJ), onde estava sob escolta militar, mas acabou não resistindo ao ferimento.

Os agentes chegaram a Angra após criminosos aterrorizarem os moradores e autoridades da cidade, ateando fogo em dois ônibus e um veículo de passeio.

EDUCAÇÃO
O A VOZ DA CIDADE conversou com a equipe de Comunicação da Prefeitura de Angra para saber a situação da rede de ensino municipal diante aos conflitos ocorridos na cidade.

Em nota, foi explicado que: “As duas escolas (E. M. Princesa Isabel e E. M. Tânia Rita) do Belém não estão funcionando. A Escola Mauro Sérgio da Cunha, no Campo Belo, também abriu por conta de uma operação da PM no Areal, bairro próximo a esta escola. Duas creches da Japuiba (C.M. Monteiro Lobati e a C.M. Deise Maria da Silva Vieira) , não abriram; Cerca de 2.100 crianças afetadas, lembrando que todas as sextas têm aulas em meio período em função das coordenações pedagógicas (atividades internas com os professores)”, disse.
SAÚDE
Em continuidade, ainda na nota, foi explicado que as Unidades de Saúde do Belém, Areal, Banqueta, Gamboa e Campo Belo não estão funcionando.

Deixe um Comentário

error: Conteúdo protegido !