Disque Denúncia solicita que a população ajude a localizar quadrilha que tenta controlar serviços de internet em Angra

0

ANGRA DOS REIS

O Disque Denúncia está pedindo ajuda a população de Angra dos Reis para identificar e desarticular uma quadrilha que vem extorquindo comerciantes e que tenta assumir o controle de serviços de internet na cidade. O caso está sendo investigado pela equipe da 166ª Delegacia de Polícia (DP), sob o comando do delegado titular Vilson de Almeida, que prendeu, em conjunto com a equipe do 33° Batalhão de Polícia Militar (BPM) na sexta-feira, dia 17, um jovem de 18 anos no Gamboa. Ele é suspeito de atuar no grupo criminoso.

Hoje, dia 20, ao A VOZ DA CIDADE, o Disque Denúncia informou que traficantes do Morro do Santo Antônio e da Gamboa do Belém estão obrigando os moradores a contratarem o pacote de internet de uma empresa controlada pelo próprio tráfico de drogas.

Este ano, foram registradas seis denúncias sobre o crime nas localidades do Japuíba, Vila do Abraão, Frade e Belém; em 2020, foram 17. “As informações também são de que os traficantes estariam obrigando os moradores a adquirirem o serviço de TV a cabo e internet, fornecidos por eles”, disse um representante do Disque Denúncia, explicando que os criminosos cortam os cabos das operadoras legalizadas. “Também há extorsão por parte do tráfico a comerciantes do município. Os traficantes utilizam o mesmo modus operandis da milícia, cobrando taxas de segurança aos empresários locais”, completou.

O Disque Denúncia solicita a ajuda de toda a população com objetivo de transformar Angra dos Reis em uma cidade segura. Qualquer atividade criminosa no município pode ser denunciada de forma anônima através do telefone 0300 253 1177 (custo de ligação local) ou ainda pelo aplicativo para celulares “Disque Denúncia RJ”.

PROCURADO

O Disque Denúncia divulga nesta segunda-feira cartaz com a recompensa de R$ 1 mil por informações exclusivas feitas ao serviço que levem a polícia a capturar o traficante Hélder da Silva, vulgo “HD”.

“Hélder integra a facção Terceiro Comando Puro e é conhecido como suposto chefe do tráfico de drogas nos bairros Belém e Gamboa”, disse em nota o Disque Denúncia. Segundo a polícia, ele seria um dos suspeitos de extorquir comerciantes, inclusive ordenando que traficantes de sua quadrilha aterrorizem quem se recusar a pagar as taxas cobradas por eles. Por esse motivo, na semana passada, um veículo de uma empresa de internet foi queimado.

PRESO

Na sexta-feira, a Polícia Civil e a PM prenderam no Gamboa um jovem que estaria, a mando de um traficante, extorquindo um comerciante da comunidade. Além de ameaças, ele estava pegando toda semana R$ 100 com o trabalhador.

Segundo a Polícia Civil, o mesmo jovem é suspeito de ter envolvimento, no dia 11 deste mês, em um incêndio em um carro de uma empresa de serviço de internet. O fato ocorreu no Belém.

Condenado, o suspeito pode pegar dez anos de prisão. Outros envolvidos já foram identificados.

REFORÇO

Foi realizada na manhã de quarta-feira, dia 15, uma reunião entre as autoridades locais da Polícia Civil e do 33° Batalhão de Polícia Militar com representantes das empresas fornecedoras de internet nas áreas que abrangem do batalhão, responsável pela segurança em Angra dos Reis, Paraty e Mangaratiba.

“Foram abordados temas como a segurança no fornecimento das redes, tanto dos profissionais envolvidos, quanto dos materiais utilizados, buscando a continuidade e a qualidade dos serviços prestados, contando com o apoio e reforço do policiamento”, disse a PM em nota, explicando que ficou acordado que serão criados grupos de trabalho e protocolos de ação visando minimizar riscos e garantir a manutenção do serviço prestado à população da região, em especial no interior de comunidades conflagradas.

Participaram da reunião o comandante do 33° BPM, tenente-coronel Fófano, o subcomandante operacional, major Zeumo, o comandante da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Frade, capitão Guimarães, o Comandante da UPP do Camorim, Capitão Alberto e o Inspetor da Polícia Civil, Anderson, da 166ª Delegacia de Polícia (DP) de Angra dos Reis.

 

 

error: Conteúdo protegido !