Dia Internacional da Não Violência Contra Mulher é lembrado em ato na Praça da Matriz

0

BARRA MANSA

A Associação Mulher, Cidadania, Ambiente e Economia Solidária de Barra Mansa realizou nesta quinta-feira, uma ação em prol ao Dia Internacional da Não Violência Contra a Mulher, lembrado nesse dia 25. A iniciativa aconteceu na Praça da Matriz e teve início às 15 horas. Com o tema de ‘em briga de marido e mulher, a gente salva a mulher’, o evento contou com conscientização, bate-papo e entrega de mudas.

Na ocasião, os participantes da ação conversaram com a população a respeito da lei Maria da Penha (11.340), realizando ainda uma pesquisa com as mulheres que passaram pela praça sobre a percepção da legislação. A ação aderiu também a Campanha Nacional Levante Contra o Feminicídio, que tem o girassol como símbolo, por isso, foram distribuídas mudas e sementes de girassóis na ocasião.

Nilda Soares Barbosa, presidente da Associação, destacou que o movimento é de suma importância para alertar as mulheres sobre os tipos de violências sofridas, lembrando que além da física, existe a violência verbal, psicológica, entre outras. “Nesse momento de pandemia, os índices de violência também subiram e é muito importante as mulheres entenderem do assunto, porque informação também salva”, disse.

De acordo com uma das fundadoras da Associação, Inês Pandeló, desde 1993 o grupo realiza o trabalho de conscientização sobre a importância do respeito aos direitos das mulheres. Pandeló ainda destacou que a Associação está preocupada com o tema de violência, especialmente com o feminicídio. “A data é mais um momento de chamar a atenção da sociedade para esse mal que afeta diretamente a vida das mulheres e também de seus filhos. Nossa luta é pela redução dessa violência doméstica contra mulheres. Isto precisa ser uma luta de toda sociedade”, finalizou.