Detox Financeiro

0

Você é uma daquelas pessoas com um sonho, que necessita de dinheiro para realizar, e nunca consegue? Anos se passam, mais compromissos financeiros aparecem, e o que você desejava fica cada vez mais no plano da utopia. Ou também faz parte do grupo de indivíduos permanentemente endividados, sufocado por parcelas e refinanciamentos há muito tempo, sempre com um imprevisto que te joga pra baixo e não deixa você sair dessa ciranda? Se você responde “sim” a qualquer uma destas perguntas, acredite, a culpa não é do universo, é sua. Então vamos acabar com as lamentações e fazer um ‘detox financeiro’.
Durante a vida vamos acumulando uma série de maus hábitos, sejam relacionados a nossa alimentação, à saúde física ou mental, e do mesmo jeito que esse estilo de vida deteriorável pode trazer sérios problemas para o nosso corpo, os maus hábitos financeiros também podem deixar o bolso doente, e se a sua vida financeira não vai bem, outros problemas vão se somar a isso. Estes comportamentos tóxicos são silenciosos, passam despercebidos, geralmente fruto de preguiça, acomodação e falta de planejamento. Para fazer seus planos saírem do papel, é preciso uma grande mudança, que no início vai incomodar, mas depois vira rotina, reestabelecendo um metabolismo saudável para as suas reservas.
Começando as dicas que vão revolucionar sua conta bancária, vou chamar o filósofo suíço Jean-Jacques Rousseau para me ajudar. No século XVIII ele já dizia que “o homem é produto do meio”, ou seja, aprendemos ou replicamos o comportamento das pessoas que nos cercam, a partir desta ideia fica fácil tomar o primeiro passo, que é se libertar das pessoas tóxicas. Se todos os seus amigos são endividados, compradores compulsivos, adoram, ostentar e buscam status antes de outras conquistas, você vai ser mais um. Está na hora de ampliar seu network, conhecer pessoas novas que possuem os mesmos valores que você, e vão acrescentar boas ideias na sua busca pela vida financeira saudável.
Outra dica superimportante é ajudar o seu cérebro a poupar esforço para resistir as tentações de consumo. Para que sofrer resistindo às promoções anunciadas nas páginas de lojas nas redes sociais, ou às novas sugestões de compras diferentes que aquela blogueira faz todo dia? É só deixar de seguir! Aproveita e sai daqueles grupos de compra, bloqueia aquela loja que te manda novidades toda semana e vai ao site do Procon bloquear as ligações de telemarketing também. Quanto menos contato com ofertas, menos vontade de comprar você vai ter.
A última dica, e a mais difícil delas, é saber exatamente com o que você gasta seu dinheiro. Uma vez eu e um conhecido fomos juntos fazer um detox da sua conta e entre assinaturas de jornais e revistas que ele não lia, seguros desnecessários, títulos de capitalização, e até uma conta de telefone cadastrada em débito automático que ele não sabia de quem era se somavam R$ 2 mil por mês. Se você tiver o hábito de olhar sua conta toda semana, vai repensar se o que anda gastando realmente é necessário. Então quando acabar de ler esta coluna já pega um papel e separa tudo que pode ser cortado: redução dos pacotes de TV e academia, economia na conta de luz, assinaturas que não usa, etc.
Você pode escolher entre administrar pobreza e correr atrás dos seus sonhos estabelecendo metas e criando compromissos de investimento todos os meses. Construir uma vida financeira saudável só depende de você. Agora pra te ajudar a dar o primeiro passo em direção à riqueza, vou deixar uma dica bônus: Vai no meu instagram (@itaisecabral) e se inscreve!

Deixe um Comentário

error: Conteúdo protegido !