Deputado solicita que governo adote providências para manter efetivo da Patrulha da Mulher nas ruas

0

SUL FLUMINENSE/ESTADO
Estamos em quarentena para evitar a disseminação do novo coronavírus há pouco mais de 15 dias e dados preocupantes também começaram a aparecer em outras áreas. Houve um aumento em 50%, por exemplo, na Justiça do Rio de Janeiro, nos casos de violência doméstica. No plantão judiciário, que é o que está acontecendo, de 70% a 80% de quem procura é mulher, pedindo ajuda para algum tipo de agressão que sofre. O deputado estadual Waldeck Carneiro (PT), enviou uma indicação ao coronel Rogério Figueiredo de Lacerda, secretário da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro a adoção de providências urgentes para manter em funcionamento o efetivo da Patrulha Maria da Penha em todos os batalhões da PM.
“São medidas de isolamento que estão sendo adotadas de forma acertada. É uma vergonha os dados de violência contra a mulher, especialmente com o quadro de pandemia. Com a convivência mais amiúde, muitas vezes esses criminosos, que não passam o dia inteiro com a mulher, estão agredindo ainda mais”, destacou o deputado estadual.
Waldeck esclareceu que fez a indicação porque com a restrição econômica do estado, sua preocupação é que esse serviço de atendimento a mulher vítima de violência possa ser extinto nesse período. “Com medo que a crise na economia atinga programas, decidi me antecipar e pedi que ele mantenha as ações. A Patrulha Maria da Penha cumpre papel essencial e importante”, apontou.

 

error: Conteúdo protegido !