Deputado federal sugere a implantação do programa Segurança Presente em Volta Redonda  

1

VOLTA REDONDA/ SUL FLUMINENSE

Um projeto piloto do Governo do Estado pode ser aplicado em Volta Redonda. O deputado federal Antonio Furtado (PSL) propôs ao secretário estadual de Governo, Cleiton Rodrigues, tendo apoio do ex-prefeito de Volta Redonda, Gothardo Netto, a implantação do Programa Segurança Presente.  A ação na cidade do Aço, segundo o deputado, abriria a porta para que seja expandido para outros municípios da região. Furtado contou que a ideia é criar patrulhamentos de policiais no período das 8 às 20 horas, todos os dias da semana, no mesmo modelo que os adotados na capital.

O deputado federal Antonio Furtado, que é delegado, frisou que mesmo que os índices criminais estejam caindo no estado, está preocupado com os problemas de segurança na região Sul Fluminense. “A ideia é trazer, pela primeira vez, para o interior este importante programa do Governo do Estado, nos moldes já realizado com absoluto sucesso na capital”, explicou o parlamentar.

O programa teria o patrulhamento de agentes de segurança, sempre em trios, a pé, de moto ou bicicleta, além de duplas que circulariam em viatura personalizada. Serão, no mínimo, 40 agentes fixos, entre policiais militares e agentes civis egressos das forças armadas. Em Volta Redonda, a base operacional do programa ficará no bairro Retiro. Em Angra dos Reis e Resende, ainda estão sendo analisados os locais. “Vamos elaborar uma planilha com a estimativa de custos. O interesse do Governo Estadual é sempre aperfeiçoar a segurança pública e, diante dos números de ocorrências criminais apresentados pelo deputado Antônio Furtado, Volta Redonda tem boas chances de ser a porta de entrada do programa no Sul Fluminense”, afirmou o secretário estadual de Governo, Cleiton Rodrigues.

De acordo com o governador Wilson Witzel, o programa Segurança Presente é essencial para reduzir os índices de criminalidade, além de desempenhar um papel importante no auxílio à população em situação de rua e dependentes químicos.

DADOS EM VOLTA REDONDA

Segundo dados do Instituto de Segurança Pública (ISP), de janeiro a abril deste ano, em Volta Redonda, os casos de furto de veículos tiveram um aumento, comparando com o mesmo período de 2018, de 204% e de celulares de 114%. No mesmo período, 29 estabelecimentos comerciais foram roubados e 108 pessoas foram vítimas de assalto  enquanto andavam pelas ruas. Também foi registrado um aumento de 50% nos casos de homicídios e  60% nos roubos com ameaças e violência.

Com relação a crimes com disparos de armas de fogo, os dados também apresentam crescimento nos registros realizados na 93ª Delegacia de Polícia de Volta Redonda. Em 2016 foram 17  homicídios e 22 tentativas de homicídios, os números caíram em 2017, com 11  homicídios  e 19 tentativas de homicídios. Desde 2018 os registros aumentaram. Ano passado foram 20 homicídios  e 24 tentativas de homicídios, este ano, ocorreram 23 homicídios e 47 tentativas de homicídios.

 

 

1 comentário

  1. Já que está tão preocupado com a segurança, faça o favor de cobrar celeridade da PCERJ na identificação e prisão dos envolvidos na morte do meu amigo PMERJ Alexandre, que veio a falecer essa madrugada em Resende.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !