Deputado federal delegado Antonio Furtado solicita retomada dos atendimentos no Hospital Regional

0

VOLTA REDONDA

Preocupado com a paralisação dos atendimentos no Hospital Regional Zilda Arns, o deputado federal Antonio Furtado esteve em reunião, hoje (30/06), no Rio de Janeiro com o novo secretário de Saúde do Estado, Alex Bousquet. O hospital, que durante a pandemia tem sido considerado especializado no tratamento do Covid-19, parou de receber pacientes devido aos atrasos de pagamento a empresa que gerencia a unidade.

– Estou apreensivo com a situação da falta de pagamento no Hospital Regional. Sabemos que mais de 1,3 milhão de pessoas foram infectadas no Brasil e com quase 60 mil mortes. Não podemos, neste momento, dispensar a capacidade de atendimento de uma unidade que se especializou no atendimento ao Covid-19. Como deputado da região, fiz questão de marcar essa agenda e indagar quando isso poderá ser resolvido já que vidas estão em jogo e precisamos que os atendimentos sejam normalizados – destacou o parlamentar.

O Hospital Regional Zilda Arns é administrado pelo Governo do Estado e possui 149 leitos de clínica médica e 80 leitos de UTI. Neste período de pandemia, todo o atendimento da unidade foi dedicada ao tratamento dos pacientes com o novo Coronavírus.

– Nós estamos, nesse momento, analisando todos os contratos da saúde para agirmos dentro da legalidade. Em breve todos os pagamentos serão autorizados. Não queremos deixar os pacientes sem atendimento essencial. Os repasses vão ser regularizados para que novos pacientes voltem a ser atendidos – afirmou o secretário.

Como procedimento médico recomendado, o hospital Zilda Arns recebe as pessoas que tem, unicamente, Covid-19. Os pacientes que apresentam comorbidades, como por exemplo problemas cardíacos, são encaminhados para unidades especialidades no tratamento do problema de saúde.

– Considero a normalização do atendimento um assunto muito importante e percebi que está sendo considerado da mesma forma pelo secretário de saúde. Vou continuar acompanhando essa situação para termos, o mais rápido possível, a retomada dos atendimentos – declarou o deputado federal Delegado Antonio Furtado.