Delegado diz que filho de vereador pode ter sido confundido com traficante; uma pessoa foi presa

1

PARATY

Policiais Civis da 167ª Delegacia de Polícia informaram ao A VOZ DA CIDADE, há pouco, que prenderam ontem em flagrante Marcelo Lucio Soares, vulgo ‘Caxico’, de 43 anos, pelos crimes de homicídio qualificado e tentativa de homicídio qualificado, ocorrido domingo de noite. Entre as vítimas está o filho do vereador Paulo Sérgio Conceição dos Santos (Solidariedade), de 17 anos.

Segundo informações do delegado titular da 167ª DP, Uriel de Alcantara Machado, no domingo de noite dois menores, respectivamente 16 e 17 anos, entraram no bairro Mangueira para comprar um lanche. “Quando foram fechados por um veículo, cujo ocupante do carona desembarcou e efetuou diversos disparos de arma de fogo, causando a morte de um dos adolescentes com sete disparos de arma de fogo e vitimando o segundo, que conseguiu correr e fugir, com um disparo nas costas”, contou o delegado.

Ainda segundo Uriel, durante todo dia de ontem foram realizadas diligências pela Polícia Civil, culminando com a identificação e apreensão do veículo utilizado no crime, além da identificação de seu proprietário, Marcelo Lucio Soares.

“Caxixo foi encontrado posteriormente em um ponto de ônibus, com roupas e objetos pessoais, além de uma passagem para embarcar para o município do Rio de Janeiro, sendo conduzido a esta UPAJ para esclarecimentos, verificando-se ao final do dia, de acordo com todas as provas obtidas, suspeita de que tenha sido o condutor do veículo”, expos o policial.

Uriel contou ainda que a investigação continua para identificação e prisão do executor dos disparos, além da identificação de mais um possível participante, que estava dentro do veículo. “Suspeita-se que os adolescentes tenham sido confundidos com traficantes do bairro Ilha das Cobras, facção rival daquela que atua no bairro Mangueira, motivando a realização do crime”, contou.

O delegado explicou que Marcelo tem passagens por porte de armas e tráfico de entorpecentes e encontra-se preso, até ser encaminhado para audiência de custódia, no município de Volta Redonda.

PRISÃO DO VEREADOR

Na noite de domingo, o vereador, descobrindo o que teria acontecido com o filho, foi correndo na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), no bairro Pontal, junto o outro filho, também menor, de 15 anos. Lá, ele entrou na unidade e abandonou o carro aberto no estacionamento e o menino pediu que a Polícia Militar o acompanhasse para fechar o veículo. No automóvel, o PM acabou encontrando debaixo do banco do motorista uma pistola calibre. 380, modelo 58P, número KFU 89725, Taurus.

Após o retorno do vereador, a polícia acabou o detendo, o encaminhado para a 167ª DP para prestar esclarecimentos. Segundo a PM, o vereador confessou ser proprietário da arma, que estava no carro. Ele foi autuado no artigo 14 da Lei 10.826, por porte ilegal de arma de fogo, e liberado após pagar fiança de R$ 2 mil.

1 comentário