Defesa Civil de Resende monitora região de Visconde de Mauá após temporal

0

RESENDE

A Defesa Civil de Resende está com alerta de monitoramento para a região turística de Visconde de Mauá. Na quarta-feira, dia 28, um forte temporal atingiu a localidade, a força das águas somada ao volume intenso das precipitações anteriores da região de serra provocou o encharcamento do solo e houve o registro de ao menos cinco trechos da RJ-163 com a queda de encosta. A rodovia de responsabilidade do Governo do Estado, liga a BR-116 – Rodovia Presidente Dutra, na altura de Itatiaia (Penedo), ao distrito Visconde de Mauá, no município de Resende.

Segundo a Defesa Civil o fluxo de veículos ficou prejudicado no acesso à Visconde de Mauá e localidades vizinhas. Os barrancos desmoronados obstruíram parcialmente trechos da estrada, que chegou a ficar em meia pista. Nesta quinta-feira, 1º de março, equipes da Prefeitura de Resende foram deslocadas para a RJ-163 iniciando o reforço ao trabalho de desobstrução. O trabalho deve ser concluído ao longo desta sexta-feira, segundo informou o coordenador de Defesa Civil de Resende, Atanagildo de Oliveira. “O distrito Visconde de Mauá registrou temporal de aproximadamente 90 milímetros, no dia 28. Isso representa um alto volume, porque a perspectiva era de chuvas totalizando 100 milímetros em quatro dias e, praticamente numa única noite, Mauá recebeu o volume de 90 milímetros. Foram cinco pontos de queda de barreira, sem vítima e danos materiais. Trabalhamos toda a quinta-feira e avançaremos até sexta-feira visando a desobstrução total e reparos. O que foi feito até o momento permite o fluxo de veículos. Identificamos galerias sujas e os trechos de encostas que cederam. Realizarei um relatório que será encaminhado para o Departamento de Estradas de Rodagem do Rio de Janeiro, pela via ser estadual”, explica Atanagildo que endossa o trabalho realizado em conjunto com equipes do Parque Estadual da Pedra Selada.

A estrada ficou parcialmente interditada durante o trabalho de limpeza

O alerta contra temporais segue mantido para Resende, pois a previsão é chuvas de classificação severa, segundo a Defesa Civil. Isso implica em chuvas com índice pluviométrico na média a partir de 50 milímetros. “Para se ter noção, fora do período das águas como chamamos esta época do ano, uma chuva considerada normal tem índice pluviométrico em torno de 20 milímetros. A previsão para esta sexta-feira é de chuva severa, acima de 50 milímetros. Por isso, vamos continuar realizando o monitoramento das estradas e torcer para que as chuvas fortes em curto espaço de tempo não ocorra novamente.

ZONA URBANA

Segundo a Defesa Civil no perímetro urbano de Resende nenhum incidente havia sido registrado devido às chuvas nas últimas horas. “O que mais ouvimos de relato é sobre vias com retenção de água durante o ápice dos temporais. Com o nível do Paraíba elevado durante as chuvas a vazão fica prejudicada no escoamento pelos bairros da cidade. Logo quando o temporal passa as galerias voltam a puxar as águas e cessam as retenções. Ainda assim, mantemos alerta e atendimento pelo telefone geral 199 durante 24 horas”, informa.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !