Defesa Civil de Quatis registra alagamento de ruas após temporal

0

QUATIS

Um forte temporal atingiu a cidade de Quatis no fim da tarde deste domingo, dia 18. A chuva gerou problemas na região central e também nos bairros da periferia do município com alagamentos. Nos bairros Jardim Pollastri, São Benedito e Santo Antônio, houve alagamento de ruas e alguns imóveis. O sistema de drenagem da rede de águas pluviais foi alvo de críticas dos moradores.

Através das redes sociais, inúmeras postagens de fotos e vídeos, durante e após o temporal, chamaram a atenção principalmente pelas vias alagadas temporariamente pela dificuldade na vazão das águas das chuvas através dos bueiros. A sujeira acumulada nas vias públicas seria o principal fator. “Mais uma vez a imprudência de uns, afeta outros. Onde era bueiro simplesmente jogaram escória e alagou a casa das pessoas. E, lixo deixado pela limpeza, que deveria ser um alívio, virou transtorno. Vamos pensar antes de executarem obras. Tinha galeria que pegava a rua toda para escoar a água, colocaram escória e deixou apenas uma pequena boca de lobo, que não suporta quando tem uma grande quantidade de água para escoar”, reclamou o internauta Flávio dos Anjos. Com os bueiros entupidos, houve retorno de água para o interior de algumas residências.

A reportagem do A VOZ DA CIDADE manteve contato com a Prefeitura de Quatis sobre o temporal e suas consequências. O governo informou através de nota oficial a situação registrada pela Defesa Civil no município.

Segundo o governo, devido à forte chuva foram registrados alagamentos de ruas em alguns bairros situados acima da linha férrea, entre eles, o Santa Bárbara, Santo Antônio, São Benedito e Jardim Independência. “Outro transtorno ocorreu no Jardim Pollastri, bairro situado na área central de Quatis. Em um trecho aproximado de 800 metros, o nível da água do córrego que corta a comunidade subiu cerca de um metro, alagando vias públicas e pelo menos três residências. Cerca de uma hora depois do temporal, a situação estava contornada porque o nível da água já havia abaixado. Nenhuma família ficou desalojada e não há registros de prejuízos materiais”, informa a nota.

 

 

Sobre a sujeira nas vias, o governo informou ainda “que realiza com permanência a retirada de lixo e entulho das ruas, além de ter iniciado no fim de 2017 um reforço na desobstrução de bueiros. O secretário César Salazar, declara que apesar do trabalho realizado, ainda há casos de moradores que jogam lixo em vias públicas e que depositam material de construção, tipo areia, pedra e brita, nas calçadas. Por isso, a partir da próxima semana será intensificada a fiscalização sobre o lançamento de material de construção e sujeira nas ruas de todo o município”, frisa a nota oficial do governo quatiense.

A forças das águas no Santo Antônio foi registrada pelos internautas

 

CANALIZAÇÃO

 

Segundo a Secretaria de Obras, Urbanismo e Serviços Públicos, “a Prefeitura de Quatis iniciará em breve uma obra de canalização de parte do córrego do Jardim Pollastri. A obra terá o objetivo de diminuir os riscos de transtornos na época das chuvas fortes. O serviço vai ser feito através de uma parceria da administração municipal com o DER – RJ (Departamento de Estradas de Rodagens do Estado do Rio de Janeiro), que já cedeu as manilhas para mais essa obra de infraestrutura”, finaliza a nota.

error: Conteúdo protegido !