DEBATE TEMÁTICO RIO CLARO – Como pretende trabalhar o desenvolvimento econômico, ainda mais na pós-pandemia de Covid-19?

0

DR. DANIEL

Foto: Divulgação


O mundo inteiro precisa se readaptar a uma nova forma de viver e, para isso vamos estudar a melhorar forma de tentar voltar a um novo normal. Pretendo contratar para as obras da prefeitura a mão de obra dos moradores da cidade. É uma forma de gerar renda dentro do município. Além disso, quero trazer o Sine para cadastrar os currículos das pessoas de Rio Claro. Quero fazer parceria para o Jovem Aprendiz para incentivar o jovem a entrar no mercado de trabalho. Nossos jovens precisam sair do município para buscar emprego e essa é uma realidade que precisamos mudar. Um dos pontos também que pretendo fazer é criar cursos profissionalizantes para colaborar com a formação de todos. Durante a pandemia, houve um crescimento da informalidade, por isso, pretendo ajudar esses empreendedores. Vamos criar equipes de trabalho para colaborar com o desenvolvimento do turismo e do agronegócio, gerando renda e empregos. Rio Claro tem vários potenciais a serem desenvolvidos, como o turismo, que precisa de um olhar mais estruturado. Queremos atrair empresas e gerar recursos dentro dos distritos e colaborar com o desenvolvimento econômico não apenas da cidade, mas de toda a região Sul Fluminense. Precisamos também de uma união dos municípios para que todos se ajudem e colaborem com o desenvolvimento econômico, tornando a região mais forte e atrativa para as empresas. Neste momento pós pandemia, precisamos de um olhar mais cauteloso, e para isso é necessário contar com o apoio de todos, tanto da população do município quanto dos gestores da região.

JOSÉ OSMAR

Foto: Divulgação

Mesmo em um município pequeno como Rio Claro, que está fora da rota da via Dutra e com isso tem pouca procura de grandes empresas, existem formas de promover o desenvolvimento econômico em torno das qualidades especificas de municípios rurais como o nosso.
Pensando nisso, queremos criar mecanismos, sejam legislativos, fiscais ou de instalação, para a atração e criação de novas empresas e manutenção das que já atuam no município, principalmente pós-pandemia do coronavírus, o qual fragilizou ainda mais a economia e consequentemente as empresas num geral.
Além disso, também pretendemos ativar o Conselho de Desenvolvimento Econômico, a fim de agirmos em consonância com a sociedade e os órgãos não governamentais, bem como trabalhar para conseguirmos linhas crédito para o micro e pequenos empresários que atuam na região.
Nesse sentido, também acreditamos ser de grande importância a continuidade e ampliação das parcerias como a do Sebrae e outras instituições que contribuem na qualificação profissional junto a população e empresários locais, principalmente os do setor do turismo.
Focando ainda mais na valorização da nossa produção rural, pretendemos criar os entrepostos de ovos, que abrirão espaço para que nossos produtores rurais vendam seus produtos. Indo além, vamos criar também um evento de gastronomia voltado para a culinária local, o que acreditamos ser uma forma de estabelecer e destacar a identidade dos produtos típicos da região, fortalecendo a presença da matéria-prima própria no desenvolvimento da nossa economia.

WILSON LATINO

Foto: Divulgação


Somos dependentes dos repasses federais e estaduais. No âmbito local, há atividades que terão que receber assistência, seja técnica, seja financeira, para se recuperar e seguir produzindo. Na agricultura, por exemplo, socorrendo a produção familiar, com vistas à merenda escolar. Promoção de feiras, para artesão de todas as atividades. Cursos para habilidades produtivas na área da construção civil, nas atividades de pequenos serviços em reparos mecânicos, em eletricidade e hidráulica, em aparelhos elétricos e eletrônicos.
E investir todo o necessário na educação formal, que exigirá o esforço conjunto das famílias e do poder Público na jornada que fundirá os anos 2020-2021.

error: Conteúdo protegido !