Criança de nove anos da entrada no HSJB após estupro; suspeito é preso em Volta Redonda

0

Uma criança foi internada nesta madrugada no Hospital São João Batista (HSJB) após ter sido vítima de estupro na noite de domingo, dia 24. Ela tem apenas nove anos e o caso teria ocorrido no bairro Eucaliptal.

Segundo informações obtidas pelo A VOZ DA CIDADE, um homem, de 46 anos, foi preso no final desta manhã suspeito do crime. A população estava querendo o linchamento dele, que foi preso pela Polícia Civil e levado para a 93ª Delegacia de Polícia (DP). Ele também é morador do Eucaliptal, e, segundo as primeiras informações, era vizinho da família.

O crime teria ocorrido na casa da menina. O pai, quando chegou em casa, percebeu que a criança estava assustada e a questionou sobre o que teria acontecido. Ela foi encaminhada pela família até o HSJB e o pai registrou a ocorrência na Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (Deam) na noite de domingo.

“Ela estava sozinha em casa. Seu pai estava trabalhando e quando retornou, por volta de 22h30min, percebeu que a filha estava com semblante triste e quieta. Após o pai insistir, a filha relatou que “um homem tinha entrado na casa e mexido nela”. Disse também que o homem ameaçou matar o pai caso a criança contasse o que havia ocorrido”, contou o delegado adjunto, Rodolfo Atala, ao A VOZ DA CIDADE.

“O pai da criança procurou imediatamente a Deam e relatou o ocorrido. De pronto os policiais civis comunicaram o fato a autoridade policial da 93ª DP (responsável pelo plantão de área) e iniciaram as diligências a fim de identificar o estuprador, enquanto a criança foi encaminhada ao hospital devido as lesões sofridas nas partes íntimas”, disse o delegado.

Uma equipe do Conselho Tutelar se encontra na unidade para conversar e  dar apoio a família, tomando também as medidas necessárias.

PRESO

Segundo a Polícia Civil, ainda durante a madrugada, o estuprador foi identificado. “Ressalte-se que os policiais civis estavam terminando plantão, mas apesar do cansaço, saíram em diligência para localizar, capturar e prender o agressor. A equipe da PCERJ logrou êxito na missão”, completou a Civil, dizendo que o elemento foi levado para a delegacia e confessou que na noite anterior foi a casa da menina, praticou sexo na mesma e que mandou a vítima não dizer nada sob pena de matar seu pai”, frisou Atala, dizendo que o homem também confirmou que passou a tarde do dia 24 consumindo álcool e cocaína.

Ele foi preso em flagrante pelo crime de estupro de vulnerável, artigo 217- A do Código Penal, onde as penas podem ultrapassar 20 anos em caso de lesão grave sofrida pela vitima.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !