Corporação Musical terá recursos da Secretaria de Cultura de Quatis

0

QUATIS

A Corporação Musical Nossa Senhora do Rosário ganhou um incentivou a mais para manter suas atividades. Considerada uma das principais entidades culturais de Quatis, ela passará a receber mensalmente uma verba no valor de R$ 3,5 mil, por meio de um convênio com a Secretaria de Cultura e Turismo do Município, com validade inicial de 12 meses, podendo ser renovado por período igual.

Segundo a secretaria de Cultura e Turismo, Rosina Porto, Em contrapartida ao apoio da prefeitura, a corporação terá que oferecer aulas de música por meio de uma escolinha destinada aos moradores da cidade, principalmente aos adolescentes, às crianças e ao segmento de juventude. “A escolinha terá aulas de trompete, sax, clarineta, tuba, flauta e trombone, entre outros instrumentos utilizados pela banda”, explicou ela, acrescentando que o convênio prevê apresentações dos músicos da corporação nos eventos promovidos ou que tiverem o apoio da Prefeitura de Quatis, como as festividades pelo mês da padroeira da cidade e o aniversário do Município.

Rosina lembra que no ano passado, a prefeitura implantou o Projeto Música Para Todos, que já vem proporcionando aulas semanais de violão, violoncelo e flauta para dezenas de moradores do próprio Município. Os instrumentos foram comprados pela própria administração municipal e as aulas acontecem no CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) do bairro Jardim Independência. “Atualmente, dezenas de pessoas participam do ‘Música Para Todos’, desde a criança aos idosos, o que significa a determinação da prefeitura em atender todas as faixas etárias da população com os projetos sociais na área da cultura”, – declarou Rosina.

 

O convênio determina que, pelo apoio da prefeitura, a corporação ofereça aulas de música à comunidade – Créditos PMQ

Considerada uma das forças vivas da cultura popular de Quatis, o prefeito Bruno de Souza destacou a importância da assinatura do convênio, especialmente neste ano de 2018, quando a banda está comemorando meio século de fundação. “A corporação é um dos patrimônios culturais da cidade de Quatis, tendo sido criada quando o nosso município ainda era distrito de Barra Mansa. Portanto, ela tem uma importância fundamental para a nossa história, e deve merecer do poder público toda a atenção possível”, declarou o prefeito, enfatizando que o convênio vai ampliar as condições para que a banda possa continuar realizando os seus ensaios e as suas apresentações. “Além de tornar realidade mais uma ação de inclusão social para a população, mediante as aulas ministradas em sua escolinha voltada à formação de novos músicos”, frisou Bruno.